MORRE O PROMOTOR DE EVENTOS, COLUNISTA SOCIAL E ARTISTA PLÁSTICO JÚNIOR BRANDÃO

  • O falecimento foi na noite de sábado, dia 15, e o sepultamento na tarde deste domingo, dia 16 de agosto, no cemitério do Bonfim, em Montes Claros 

  • Ele era filho do ex-prefeito de Janaúba Edílson Brandão e irmão da ex-deputada Elbe Brandão 

Fotos álbum de família

Edílson Brandão Guimarães Júnior, o Júnior Brandão.

MONTES CLAROS (por Oliveira Júnior) – O artista plástico e promotor de eventos Edílson Brandão Guimarães Júnior faleceu na noite desse sábado, dia 15 de agosto, na cidade de Montes Claros, por falência múltipla dos órgãos. Dias atrás ele esteve hospitalizado diante do agravamento do seu estado de saúde. Júnior Brandão, como era mais conhecido, submetia a tratamento de saúde há muito tempo para controlar a pressão arterial.  Ele faleceu em casa.

Aos 62 anos de idade completados no dia 16 de maio passado, Júnior Brandão manteve consigo o jeito divertido e disposto a promover eventos possibilitando momento alegre e de convívio social. Emprestava o seu dom artístico na composição de mosaico em telas que levava a inspiração para os quadros em salas e em ambiente público.

Fotos álbum de família

Júnior Brandão em vários momentos.

VIVÊNCIA EM TRÊS CIDADES

Júnior mantinha uma ligação residencial em três cidades do Norte de Minas, Janaúba, Nova Porteirinha e Montes Claros, onde se encontrava estabelecido há mais de uma década por questão profissional e saúde. Mesmo assim, reservava um tempo para rever as outras comunidades onde cativou inúmeras amizades.

ATUAVA EM JORNAIS

Esteve ativamente em promoções de eventos e fazia a questão de propagar em suas colunas sociais os acontecimentos da sociedade de Janaúba, Nova Porteirinha, Montes Claros e região. Foi incentivador do entretenimento e de ações sociais. Assinou por muito tempo colunas sociais em jornais na cidade de Janaúba, inclusive até este final de semana o jornal Gorutuba Notícia publicava a coluna “Liberdade”, assinada por Júnior Brandão, mas há anos coordenada pela amiga Austélia Mendes, cerimonialista e promotora de eventos.

FAMÍLIA

Filho do ex-prefeito Edílson Brandão Guimarães e de Maria Aparecida Figueiredo Guimarães, ambos já falecidos, Júnior acompanhou e participou das ações da família em Janaúba e no Norte de Minas, região a qual o pai escolheu para morar e atuar na função de agrimensor em 1958, no ano em que Edílson Júnior nasceu. Vivenciou a luta do pai pela consolidação da agropecuária e pelo progresso da região.

Em casa, Júnior dividia a atenção do casal Edílson e Maria Aparecida com os irmãos Evana Figueiredo Brandão Guimarães, Simone Figueiredo Brandão Guimarães, Raquel Figueiredo Brandão Guimarães e Elbe Figueiredo Brandão Guimarães – ex-deputada estadual e ex-secretária de Estado para o Norte de Minas e Jequitinhonha.

COORDENOU O CARNAVAL EM JANAÚBA

Foi coordenador do carnaval público em Janaúba em duas ocasiões. Em fevereiro de 1993 manteve a tradição carnavalesca ao organizar o “Carnaval Em cima da Hora”, que ocorreu justamente no segundo mês de mandato do prefeito Edílson Brandão Guimarães, seu pai.

No ano seguinte, Júnior liderou o bloco de organização da folia janaubense que recebeu o nome de “Carnaval 25 horas”, para ele o dia, a folia tinha uma hora a mais diante da empolgação do povo por esse momento de diversão. Numa das edições carnavalescas coordenadas por Júnior Brandão foi criado o “dragão” que cuspia água ao invés de fogo, na praia Copo Sujo. Na verdade, aproveitou a estrutura de draga, máquina usada na limpeza do rio Gorutuba, que foi fantasia de dragão e jorrava água.

Com o falecimento do pai em 14 de fevereiro de 1995, o terceiro ano de mandato de prefeito, Júnior se afastou do evento previsto pouco mais de uma semana depois.

ACIDENTE

No dia 18 de novembro de 2013, Júnior Brandão sofreu um acidente automobilístico na BR-122, no perímetro urbano de Janaúba. Ele estava num veículo que capotou nesse acidente ocorrido há quase sete anos. Em consequência do acidente, Júnior Brandão foi encaminhado ao pronto socorro com suspeita de fratura no ombro e num dos braços, e ainda ferimento abaixo da clavícula.

O velório do corpo de Júnior Brandão aconteceu no Memorial Santa Clara e o sepultamento foi na tarde deste domingo, dia 16, no cemitério do Bonfim, em Montes Claros.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLISÃO FATAL ENTRE ÔNIBUS E CAMINHÃO NA BR-122, EM JANAÚBA: UMA PESSOA MORRE POR TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

GOVERNADOR ANUNCIOU NESTE SÁBADO A INCLUSÃO DO NORTE DE MINAS NA “ONDA ROXA”: AÇÃO CONTRA A COVID