COM RECURSO DE R$ 12,5 MILHÕES, EMPRESA COMEÇARÁ NOS PRÓXIMOS DIAS A OBRA DE TUBULAÇÃO NO PROJETO GORUTUBA: FALTAM EM TORNO DE 30% PARA SER CONCLUÍDA

Foto Oliveira Júnior
Marcos Câmara, Superintendente da Codevasf em Minas; Napoleão Neto, Diretor Nacional de Irrigação da Codevasf; José Aparecido Mendes, do Sindicato Rural de Janaúba; Senador Carlos Viana; o vice-governador de Minas, Paulo Brant; e o deputado estadual Arlen Santiago.

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – Paralisada há quase dois anos, a obra de tubulação no Projeto Gorutuba poderá iniciar nos próximos dias e com a previsão de ser concluída no prazo de um ano e meio. O senador Carlos Viana (PSD-MG), um dos principais intermediadores junto ao Governo Federal para a retomada do serviço, esteve em Janaúba nesta quarta-feira, dia 22 de julho, ocasião em que reforçou a liberação de recurso de R$ 12,5 milhões para a finalização da troca dos canais pelos tubos no Gorutuba.

Imagem Oliveira Júnior
Senador Carlos Viana esteve em Janaúba nesta quarta-feira, dia 22 de julho, e reafirmou a liberação de recursos financeiro para o início imediato da obra de conclusão da tubulação no Projeto Gorutuba.

Carlos Viana destinou de emenda individual o montante de R$ 3 milhões e obteve junto ao governo federal a liberação de mais R$ 9 milhões, sendo, nesse caso, apoiado pelos demais senadores e deputados federais da bancada mineira, coordenada pelo deputado federal Diego Andrade (PSD-MG), para a continuidade da primeira etapa da tubulação no perímetro irrigado do Gorutuba, na margem direita do rio de mesmo nome, em Nova Porteirinha.
Nesta quarta-feira, o Senador Carlos Viana veio acompanhado do Diretor Nacional de Irrigação da Codevasf, Luís Napoleão Casado Arnaud Neto, e do vice-governador de Minas Gerais, Paulo Brant. “Estamos começando um grande projeto de reorganização do setor produtivo do Norte de Minas Gerais ajudando as pessoas a gerar riquezas”, mencionou o senador que também estava acompanhado do deputado estadual Arlen Santiago (PTB) e do Superintendente da Codevasf em Minas, Marcos Antônio Câmara.
De acordo com informações da Codevasf, já foram instalados 74% da tubulação com investimento na ordem de R$ 39 milhões e para a conclusão dos 26% estão sendo destinados R$ 12,5 milhões, totalizando em torno de R$ 52 milhões na primeira etapa. A segunda etapa será no Projeto Lagoa Grande, na margem esquerda do rio Gorutuba, no município de Janaúba, onde a abrangência da tubulação será maior e com previsão de R$ 120 milhões de investimento, ressaltando que a ligação entre os dois projetos será por tubulação subterrânea atravessando o rio Gorutuba. Atualmente, a água para o Projeto Lagoa Grande é liberada pelo rio Gorutuba num percurso de 11 quilômetros, passando pelas cidades de Janaúba e de Nova Porteirinha.
O vice-governador de Minas Gerais, Paulo Brant, destacou a importância socioeconômica do Projeto Gorutuba e reafirmou o compromisso do governo estadual no apoio ao setor produtivo. Os dois projetos de irrigação, que tem a base hídrica na barragem do Bico da Pedra, no rio Gorutuba, operam em torno de 20% da sua capacidade devido ao baixo volume na represa que nesta semana se encontra com 18% da sua capacidade de armazenamento tendo, há pouco tempo, atingido a pior crise hídrica ao ficar com pouco mais de 9% da sua capacidade.
O Projeto do Gorutuba, foi feito nos anos 80 e, devido ao tempo, os seus canais estão com rachaduras, desperdiçando quase 50% da água que corre pelos canais de irrigação da barragem do Bico da Pedra para abastecer os produtores rurais.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLISÃO FATAL ENTRE ÔNIBUS E CAMINHÃO NA BR-122, EM JANAÚBA: UMA PESSOA MORRE POR TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

GOVERNADOR ANUNCIOU NESTE SÁBADO A INCLUSÃO DO NORTE DE MINAS NA “ONDA ROXA”: AÇÃO CONTRA A COVID