SERVIDORES DEMITIDOS PROTESTAM NA CÂMARA E VEREADOR JOÃO COMPARA O PREFEITO DE JANAÚBA A JUDAS: “JOGA A PEDRA E ESCONDE A MÃO”

  • “Acho muito difícil de acreditar num prefeito como esse...para mim é inteligente para a maldade”, declarou o vereador Marcelo Alves 
  • Funcionários demitidos pedem por justiça e respeito 
  • “O prefeito virou as costas para a população, para os servidores”, afirmou o vereador Ramon Araújo 
Imagem Oliveira Júnior
Na reunião da Câmara Municipal nessa segunda-feira, dia 4 de maio, houve protesto de servidores demitidos e vereadores reagiram ao ato do prefeito de Janaúba em demitir mais de 200 funcionários.

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – “Esse prefeito está descontrolado”. Dessa forma reagiu o vereador Jorge Santos Souza ao ato do prefeito de Janaúba, Carlos Isaildon Mendes, em demitir mais de 200 funcionários na última quinta-feira, dia 30 de abril, e nessa segunda-feira, dia 4 de maio, informar em programa de rádio que se os vereadores não tivessem rejeitado o texto original de um projeto de lei as demissões poderiam ser evitadas.
Parte dos servidores demitidos esteve na noite dessa segunda-feira na Câmara Municipal por ocasião da reunião ordinária do legislativo. Eles não puderam entrar diante das recomendações do sistema de saúde devido à pandemia da Covid-19. Mas, a professora de apoio Débora Lopes Bessa usou a tribuna durante a reunião e expôs a situação dos demitidos, sendo que 196 foram da área de Educação. De acordo com ela, o prefeito não levou em consideração a legislação nacional referente aos profissionais da Educação.
O vereador João Pereira da Silva comparou o prefeito de Janaúba a Judas por, segundo ele, trair os servidores e ainda tentar transferir o ato de dispensa como atribuição dos vereadores por não terem aprovado o projeto de lei referente ao recurso oriundo da venda do pré-sal, no valor de R$ 1,980 milhão (quase R$ 2 milhões) como o prefeito queria. “O prefeito joga a pedra e esconde a mão”, mencionou o vereador João ao declarar que o prefeito janaubense é um Judas.
“Acho muito difícil de acreditar num prefeito como esse...já falaram que ele é o prefeito mais inteligente do Norte de Minas. Mas, para mim é inteligente para a maldade”, declarou o vereador Marcelo Alves Santos sobre a atitude do prefeito em ter demitido mais de 200 funcionários da Prefeitura de Janaúba na quinta-feira da semana passada ( saiba AQUI). O vereador sugeriu que o prefeito reveja os atos que ele praticou nessa semana.
Em seu pronunciamento na noite dessa segunda-feira, dia 4, o vereador Adauri Soares Cordeiro se mostrou indignado com a atitude do prefeito em colocar a culpa nos vereadores pela demissão de mais de 200 servidores no período da pandemia. “Não tem nenhum bobo aqui não”, declarou o vereador ao lembrar que em momento algum na tramitação de projetos de lei nos últimos dois meses houve menção por parte do prefeito para utilizar recurso como pagamento de funcionários e evitar a dispensa como ocorreu na véspera do Dia do Trabalhador. “Um ato irresponsável do prefeito fazer isso”, frisou o vereador Adauri Cordeiro.
Pelo menos 14 dos 15 vereadores se pronunciaram sobre o assunto. Na concepção do vereador Ramon Alexandre Araújo foi um “ato desumano, um ato irresponsável e na hora em que a população mais precisa do poder público, o poder público virou as costas. O prefeito virou as costas para a população, para os servidores”, afirmou o vereador Ramon. Do lado de fora do plenário da Câmara os servidores demitidos pediam por justiça e respeito.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLISÃO FATAL ENTRE ÔNIBUS E CAMINHÃO NA BR-122, EM JANAÚBA: UMA PESSOA MORRE POR TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

SISTEMA DE SAÚDE VERIFICA CASO SUSPEITO DE CORONAVÍRUS EM JANAÚBA