NORTE DE MINAS PRECISARIA DE 2 MIL RESPIRADORES PARA CASOS DE URGÊNCIA NOS HOSPITAIS

  • Na região existem em média 400 respiradores para atender uma população de 1,2 milhão de pessoas 
  • No Norte de Minas tem 170 leitos de UTI em cinco cidades, sendo 20 leitos nos dois hospitais de Janaúba 
  • Comitê Regional sugere a instalação provisória de pelo menos 1 mil leitos intermediários em ginásios poliesportivos do Norte de Minas para conter o coronavírus 
  • A proposta é instalar leitos provisórios em 22 cidades, dentre elas 4 na Serra Geral: Espinosa, Mato Verde, Monte Azul e Porteirinha

MONTES CLAROS (por Girleno Alencar) – Utilizar ginásios poliesportivos visando a implantação provisória de pelo menos um mil leitos intermediários no Norte de Minas para auxiliar na força tarefa de contenção ao Covid-19, o novo coronavírus, e aumentar consideravelmente o número de respiradores nas unidades hospitalares da região.
A proposta é instalar leitos provisórios em 22 cidades da região, dentre elas 4 na Serra Geral de Minas, sendo nos municípios de Espinosa, Mato Verde, Monte Azul e Porteirinha. Isso seria para desafogar o sistema de saúde hospitalar, já que no Norte de Minas há 170 leitos de UTIs distribuídos em 11 hospitais de cinco cidades.
Os dois hospitais de Janaúba têm 20 leitos de UTIs adultos e neonatal. Pirapora e Taiobeiras também possuem 20 leitos de UTIs adultos e neonatal, mas em apenas um hospital, enquanto que em Brasília de Minas são 10 leitos adultos num hospital. Em Montes Claros são 100 vagas em UTIs em seis hospitais. Os leitos UTIs dos hospitais dessas cinco cidades estão disponibilizados para atender a demanda regional.
Nessa segunda-feira, dia 23 de março, em Montes Claros, foi instituído o Comitê Regional de Enfrentamento a Pandemia do Corona Vírus para monitorar e definir as ações de enfrentamento ao casos que surgirem no Norte de Minas, ainda mais quando surgiu a morte de um paciente em Capitão Enéas, com suspeita da doença.
O Comitê Regional solicita ao Poder Judiciário e ao Ministério Público que todos recursos disponíveis gerados por sentenças judiciais pecuniárias ou mesmo multas ambientais sejam destinados para o enfrentamento da pandemia. O presidente da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (Amams), Marcelo Félix, que é prefeito de Januária, mostrou que está faltando kits para a coleta de exames de casos suspeitos de coronavírus e citou como exemplo Januária, que recebeu apenas quatro kits, quando tinha oito pacientes.
A superintendente regional de Saúde, Dhyeime Thauanne Pereira Marques, explicou que o Estado receberá de imediato 50 kits de UTI, mas a distribuição deles ainda não foi definida. A Amams pediu que o Norte de Minas receba pelo menos 10 desses kits de UTIs, tendo em vista que a microrregião de Januária está descoberta, sem leitos de UTIs e caso algum paciente de Montalvânia precise ser atendido, tem de ser deslocado até Brasília de Minas, a quase 400 quilômetros.
A proposta é criar leitos para o Coronavirus. Usar os leitos dos pequenos e médios hospitais do Norte de Minas, caso de Bocaiúva, Buritizeiro, Capitão Enéas, Coração de Jesus, Espinosa, Francisco Sá, Grão Mogol, Januária, Jequitaí, Juramento, Manga, Mato Verde, Montalvânia, Monte Azul, Porteirinha, Rio Pardo de Minas, Salinas, São Francisco, São João da Ponte, São Joao do Paraíso, Várzea da Palma e Varzelândia.
MAIS LEITOS E RESPIRADORES
O Comitê Regional sugere a montagem provisória de pelo menos 1 mil leitos intermediários em ginásios poliesportivos do Norte de Minas para conter o coronavírus.
De acordo com o Comitê Regional, o Norte de Minas precisaria de 2 mil respiradores, pois nesta região existem em média 400 respiradores para atender uma população de 1,2 milhão de pessoas em momento de urgência. (Fonte: Amams e jornal Gazeta Norte Mineira)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POSSÍVEL IMAGEM DE NOSSA SENHORA NA SERRA ATRAI CENTENAS DE PESSOAS TODOS OS DIAS À VERDELÂNDIA

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

SISTEMA DE SAÚDE VERIFICA CASO SUSPEITO DE CORONAVÍRUS EM JANAÚBA