DIREÇÃO DA FUNDAJAN AFIRMA QUE INTERNAÇÕES NO HOSPITAL É CONDUTA EXCLUSIVAMENTE DO MÉDICO PLANTONISTA E DO MÉDICO REGULADOR

  • Cita que a Fundajan segue categoricamente todas as normativas presentes no Sistema de Regulação do Estado de Minas Gerais 
  • “As informações contidas na suposta denúncia não condizem com a realidade, pois não cabe à diretoria definir ou intermediar quaisquer que sejam os atos passíveis ou não de internação, assim ocorreu durante todas as 3.258 internações via SUS efetuadas durante o ano de 2019”, menciona a nota da Fundajan 
Foto Oliveira Júnior
Hospital e Maternidade Sagrado Coração de Jesus, mantido pela Fundajan, em Janaúba.

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – A diretoria do Hospital e Maternidade Sagrado Coração de Jesus, mantido pela Fundajan, contesta a informação de que as internações nessa unidade de saúde tenham que ter o aval dos diretores. Segundo a direção desse hospital de Janaúba, a Fundajan segue categoricamente todas as normativas presentes no Sistema de Regulação do Estado de Minas Gerais, que é responsável por todas as internações ocorridas no âmbito na Fundação de Assistência Social de Janaúba (Fundajan).
A direção da Fundajan ressalta que neste procedimento não há qualquer interferência ou participação de membros diretores da Fundajan, sendo conduta exclusivamente definida pelo profissional médico responsável pelo atendimento ao paciente e ao médico regulador.



Os diretores do Hospital e Maternidade Sagrado Coração de Jesus, Bruno Ataíde Santos (geral), médico Helvécio Campos Albuquerque (técnico) e Luan Gustavo Mendes (jurídico) expressam em ofício encaminhado ao secretário municipal de Saúde de Janaúba, Renato Quimas Pereira Lima, que é “importante ressaltar que a instituição, Fundajan, se faz de um ente dotado de comprometimento com a qualidade de serviço prestado à população, priorizando sempre as melhores medidas e condições em prol da humanidade”.
Na primeira semana de janeiro deste ano, o secretário de Saúde da Prefeitura de Janaúba havia encaminhado ofício à Fundajan sobre denúncia formulada junto à Ouvidoria Geral do Município, órgão ligado à prefeitura, de que as internações no hospital mantido pela entidade filantrópica teriam que ter, em princípio, a autorização dos diretores.




Em resposta encaminhada e protocolada na sexta-feira, dia 10 de janeiro, na Secretaria Municipal de Saúde, a direção da Fundajan esclarece que o médico da unidade envia através do sistema as principais informações do paciente, como por exemplo, diagnósticos, laudos e evoluções do paciente, solicitando assim a autorização para internação ao médico regulador, cabendo a este autorizar ou não a internação.
No ofício da direção da unidade hospitalar consta que “em segundo aspecto vale frisar que a instituição não se responsabiliza por ações de terceiros, pois na citada denúncia, o ouvidor responsável, referencia todo o ato de possível irregularidade, em um suposto áudio narrado por um terceiro não identificado, não havendo qualquer apuração de veracidade da informação para que possa afirmar o verdadeiro narrador do suposto áudio”.
Ainda no documento encaminhado ao secretário de Saúde a direção da Fundajan menciona que “as informações contidas na suposta denúncia não condizem com a realidade, pois não cabe à diretoria definir ou intermediar quaisquer que sejam os atos passíveis ou não de internação, assim ocorreu durante todas as 3.258 internações via SUS efetuadas durante o ano de 2019”.
No ofício a direção hospitalar chama a atenção do secretário de Saúde e do Ouvidor Geral do município quanto à legislação: “Esclarecidos os fatos, solicitamos ao secretário municipal de Saúde em conjunto com o Ouvidor Geral do Município de Janaúba, que em ocasiões desta natureza, para que haja maior transparência, que siga a normativa apresentada na Lei 13.460/2017, que dispõe sobre a participação, proteção e defesa dos direitos do usuário dos serviços da administração pública, devendo por este apresentar todo o espelho de demanda conforme disponibilizado no próprio site do Ministério da Saúde”, mencionam os diretores no ofício.
A direção do Hospital e Maternidade Sagrado Coração de Jesus ressalta que a Fundajan está no contexto social e assistencial de Janaúba e região há décadas e se faz de um ente dotado de comprometimento com a qualidade de serviço prestado à população, priorizando sempre as melhores medidas e condições em prol da humanidade.
ÁUDIO E EX-FUNCIONÁRIA
A direção do hospital da Fundajan não comentou sobre a veiculação de um áudio em rede social em que atribuiu as internações na entidade através de autorização da diretoria, por desconhecer o teor do mesmo. Também não quis se posicionar a respeito da informação de uma cidadã que seria ex-funcionária da entidade entendendo que o desligamento dela das atividades na instituição seria por outro motivo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLISÃO FATAL ENTRE ÔNIBUS E CAMINHÃO NA BR-122, EM JANAÚBA: UMA PESSOA MORRE POR TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

GOVERNADOR ANUNCIOU NESTE SÁBADO A INCLUSÃO DO NORTE DE MINAS NA “ONDA ROXA”: AÇÃO CONTRA A COVID