DEFENSORIA PÚBLICA DA COMARCA DE JANAÚBA REALIZA O MUTIRÃO “DIREITO A TER PAI” E REGISTRA 3 RECONHECIMENTOS ESPONTÂNEOS DE PATERNIDADE E 20 EXAMES DE DNA

Fotos DP
Realização de exame durante o Mutirão “Direito a Ter Pai” na Defensoria Pública da Comarca de Janaúba.

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – Pelo menos três cidadãos decidiram espontaneamente pelo reconhecimento de paternidade durante o Mutirão “Direito a Ter Pai” realizado nessa sexta-feira, dia 25 de outubro, na Defensoria Pública da Comarca de Janaúba. Com isso, três filhos passaram a ter definitivamente o pai. Houve ainda 20 exames de DNA através do qual poderá constatar ou não o vínculo genético e, sendo assim, caso seja confirmada a paternidade, acabar com o drama de filhos que não sabem quem são os seus pais biológicos.
Fotos DP
Defensores Públicos Gustavo Dayrell e Claudijane Santos durante explanações às famílias no “Direito a Ter Pai” na Defensoria Pública da Comarca de Janaúba.

Durante a manhã e tarde de sexta-feira, os profissionais da Defensoria Pública desta cidade acolheram os interessados no reconhecimento de paternidade e maternidade. O procedimento ocorreu simultaneamente em 53 Comarcas de Minas Gerais. Janaúba, Montes Claros e São João da Ponte foram onde, no Norte de Minas, teve o Mutirão “Direito a Ter Pai”.
Fotos DP
Mutirão “Direito a Ter Pai” na Defensoria Pública da Comarca de Janaúba.

Os defensores públicos Gustavo Francisco Dayrell de Magalhães Santos e Claudijane dos Santos Gomes explanaram sobre a iniciativa em oportunizar para as pessoas resolverem pendências jurídicas, familiares e reconstruírem histórias de vida. Na Comarca de Janaúba foram prestados 40 atendimentos por ocasião do mutirão.
Fotos DP
Coleta de sangue para exame de DNA no Mutirão “Direito a Ter Pai” na Defensoria Pública da Comarca de Janaúba.

Um estudo do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) estima que mais de 5 milhões de brasileiros em idade escolar não têm o nome do pai na certidão de nascimento. É uma situação angustiante para essas crianças e adolescentes, sobretudo nas atividades escolares alusivas ao Dia dos Pais. Em Janaúba, na sexta-feira, 25 de outubro, no Mutirão “Direito a Ter Pai” foram constatados três reconhecimentos espontâneos de paternidade. Com isso, os filhos passam a ter o pai e ganham a sensação de cidadania.
Fotos DP
O Mutirão “Direito a Ter Pai” na Defensoria Pública da Comarca de Janaúba foi na sexta-feira, dia 25 de outubro.

Foram oferecidos gratuitamente, para aqueles que se inscreveram, o reconhecimento espontâneo de paternidade/maternidade, o reconhecimento socioafetivo e o exame de DNA.  De acordo com o Defensor Público Gustavo Dayrell, na sexta-feira foram realizados 20 exames de DNA. Além desse mutirão, os Defensores Públicos da Comarca de Janaúba atuam ao longo do ano com inúmeros casos para equacionar o drama vivido pelas famílias em que os filhos não têm documentalmente o pai ou a mãe. Com a dedicação dos defensores, os casos são solucionados e os filhos, juntamente com os familiares, passam a contar com os direitos aos laços familiares.
Fotos DP
Defensores Públicos Claudijane Santos e Gustavo Dayrell durante explanações às famílias no “Direito a Ter Pai” na Defensoria Pública da Comarca de Janaúba. 
Fotos DP
Equipe da Defensoria Pública da Comarca de Janaúba durante o Mutirão “Direito a Ter Pai” ocorrido na sexta-feira, dia 25 de outubro de 2019.

Na concepção do Defensor Público-Geral de Minas Gerais, Gério Patrocínio Soares, o Mutirão “Direito a Ter Pai” e a atividade constante da Defensoria Pública proporcionam a instituição de uma nova história na família assegurando o valor afetivo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLISÃO FATAL ENTRE ÔNIBUS E CAMINHÃO NA BR-122, EM JANAÚBA: UMA PESSOA MORRE POR TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

SISTEMA DE SAÚDE VERIFICA CASO SUSPEITO DE CORONAVÍRUS EM JANAÚBA