MINISTRO DO DESENVOLVIMENTO REGIONAL, PRESIDENTE DA CODEVASF E PREFEITO INAUGURAM SISTEMA QUE GARANTE A SEGURANÇA HÍDRICA DO PROJETO JAÍBA

  • Sistema de bombeamento flutuante tem investimento de mais de R$ 11 milhões e assegura o fornecimento de água para uma população de cerca de 30 mil pessoas que moram na região 
  • “Na condição de prefeito, estou lutando por melhorias para o projeto em nosso município e também incentivando investidores para que os pequenos produtores tenham condições de produzir, comercializar e manter a família”, declarou Reginaldo Silva 
Foto Ascom/PJ
Deputados federais Rodrigo de Castro e Marcelo Freitas; presidente da Codevasf, Marcelo Moreira; Ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto; prefeito de Jaíba, Reginaldo Silva; e os deputados estaduais Tadeuzinho e Zé Reis.

JAÍBA (por Oliveira Júnior) – O prefeito de Jaíba, Reginaldo Antônio Silva (PSD), recebeu o Ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, nessa sexta-feira, 13 de setembro, juntamente com o presidente da Codevasf, Marcelo Moreira, para o ato inaugural do sistema de bombeamento flutuante no Projeto Jaíba que impede a interrupção do abastecimento dos canais de irrigação em situações críticas do rio São Francisco, Nesse sistema foram investidos cerca de R$ 11,5 milhões que garantirá a segurança hídrica do projeto.
“O Projeto Jaíba é uma benção e o mesmo precisa ser melhor estruturado para dar condições aos pequenos produtores e suas famílias que depositaram as suas confianças e suas vidas aqui”, afirmou o prefeito Reginaldo Silva para quem o Projeto Jaíba tem grande função social não somente para este município, mas sim para todo o Norte de Minas.
Foto Ascom/PJ
Prefeito Reginaldo Silva destacando a importância social e econômica do Projeto Jaíba.

O ato solene de inauguração do sistema de bombeamento fluente contou também com as presenças dos deputados federais Rodrigo de castro (PSDB) e Delegado Marcelo Freitas (PSL) e dos deputados estaduais Tadeu Martins Leite, o Tadeuzinho (MDB) e José dos Reis Nogueira, o Zé Reis (PSD), vários prefeitos, dentre eles Edmárcio Moura Leal (Avante), de Matias Cardoso, município também abrangido pelo Projeto Jaíba; e ainda pelo Superintendente da Codevasf em Minas, Rodrigo Rodrigues, Diretor de Irrigação da Codevasf, Napoleão Casado, que foram recepcionados pelo Diretor do Projeto Jaíba, Marcos Medrado.

PRONUNCIAMENTO DO PREFEITO DE JAÍBA, REGINALDO SILVA, NA INAUGURAÇÃO DO SISTEMA DE BOMBEAMENTO FLUTUANTE NO PROJETO JAÍBA



O ministro Gustavo Canuto disse que o Jaíba impressiona por si só e afirmou que fará o possível para que esse projeto seja autossustentável com ações tanto do governo quanto da iniciativa privada. O prefeito Reginaldo Silva mencionou que a implantação do sistema de bombeamento flutuante é o resultado do empenho da administração pública municipal com as lideranças e que contou com a ajuda do deputado federal Rodrigo de Castro para viabilizar o recurso junto à Codevasf em 2017.
“Na condição de prefeito, estou lutando por melhorias para o projeto em nosso município e também incentivando investidores para que os pequenos produtores tenham condições de produzir e comercializar gerando renda e manter a família”, declarou Reginaldo Silva ao destacar que no projeto são 1.800 pequenos produtores. “Aqui tem um povo trabalhador, batalhador e que ama essa terra”, completou o prefeito.
Na avaliação do presidente da Codevasf, Marcelo Moreira, o novo sistema de bombeamento flutuante do Jaíba reforça o compromisso do governo federal na promoção do semiárido mineiro. "Esse sistema vai dar condições para que os produtores mantenham a produção e continuem a movimentar a economia local, além de incrementar a renda das famílias e levar desenvolvimento para os municípios de Jaíba, Matias Cardoso e regiões vizinhas", explica Moreira.
Para isso, foram instaladas 24 bombas que vão captar água do canal de chamada do rio São Francisco para abastecimento nas etapas I e II do projeto numa área explorada de 28 mil hectares, implantadas pelo governo federal e governo de Minas, respectivamente. Somente na Etapa I são 1.824 lotes familiares e 327 empresariais que, em 2018, geraram em torno de R$ 274,4 milhões de renda bruta.
Com relação ao consumo humano, o sistema vai garantir fornecimento de água para uma população de cerca de 30 mil pessoas que moram na região, entre moradores dos núcleos habitacionais do projeto de irrigação e do município de Jaíba.
Para o superintendente da Codevasf em Minas, Rodrigo Rodrigues, a implantação desse sistema flutuante de abastecimento, dará a segurança necessária para evitar a diminuição na adução de água em quantidade que poderia provocar a redução da produtividade e da produção agrícola, além de comprometer a qualidade do produto, afirma Rodrigues. (*com informações da Ascom da Codevasf e Prefeitura de Jaíba)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLISÃO FATAL ENTRE ÔNIBUS E CAMINHÃO NA BR-122, EM JANAÚBA: UMA PESSOA MORRE POR TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

GOVERNADOR ANUNCIOU NESTE SÁBADO A INCLUSÃO DO NORTE DE MINAS NA “ONDA ROXA”: AÇÃO CONTRA A COVID