PRIMEIRA ENGENHEIRA FÍSICA FORMADA EM MINAS GERAIS, JANAUBENSE JACILENE INICIA NESTA SEMANA O MESTRADO MENOS DE UM MÊS APÓS A FORMATURA

  • Natural de Janaúba, Jacilene Martins Medeiros fará Mestrado em Engenharia Elétrica na área de Fotônica 
  • Ela é a primeira estudante a concluir a graduação em Engenharia Física pela UFVJM campus de Janaúba 
  • A paixão pela Engenharia Física foi desde o primeiro dia de aula do curso BC&T na UFVJM, em Janaúba 
Fotos Roberto Allan
Jacilene Martins Medeiros, primeira Engenheira Física formada em Minas Gerais.

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – “De imediato, meus olhos brilharam com a Engenharia Física”. Dessa maneira reagiu a janaubense Jacilene Martins Medeiros ao entrar pela primeira vez na sala de aula da primeira turma do curso Bacharel em Ciência e Tecnologia (BC&T) pela Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), campus de Janaúba, no início de 2014. Hoje, ela é a primeira estudante formada no curso de Engenharia Física pela universidade e em Minas Gerais.
Fotos Roberto Allan
Idalina Alves Martins, dona Dada, com a filha Jacilene Medeiros.

Aos 26 anos de idade, Jacilene concluiu os cinco anos de estudo na UFVJM. Até alcançar o êxito ela encontrou uma série de dificuldades. Jamais desanimou. Afinal, a janaubense encontrou no curso BC&T uma excelente oportunidade para ingressar na área tão sonhada. “No primeiro dia de aula senti que realmente era o que queria e fui até o fim”, comentou Jacilene Medeiros que recebeu a colocação de grau no dia 7 de agosto, quarta-feira da semana passada.
Fotos Roberto Allan
Jacilene Martins Medeiros durante a sua formatura em Engenheira Física pela UFVJM campus de Janaúba.

De família humilde, a jovem filha do casal Idalina Alves Martins e Manoel José Medeiros Sobrinho se entregou aos estudos para, nesse momento, aumentar mais ainda o caminho onde irá desenvolver profissionalmente o seu conhecimento. Ela se especializou em Engenharia Física e em menos de duas semanas após receber a outorga de grau, Jacilene dará continuidade aos estudos. Neste fim de semana ela embarcará para São Carlos, no estado de São Paulo, onde fará Mestrado. “Consegui uma bolsa uma bolsa em Engenharia Elétrica na área de Fotônica”, mencionou a nova engenheira. Fotônica é a ciência da geração, emissão, transmissão, modulação, processamento, amplificação e detecção da luz. O estágio acadêmico de Jacilene foi numa empresa de energia solar, em Janaúba.
Fotos Roberto Allan
Familiares prestigiaram a formatura de Jacilene Martins Medeiros na graduação em Engenharia Física.

A formatura de Jacilene foi no Centro Cultural do Sindicato Rural de Janaúba e teve a presença de seus familiares, diretores, professores e estudantes da UFVJM. Na plateia uma pessoa em especial não escondia a felicidade. Idalina Martins, a dona Dada, se emocionou com esse momento especial da filha. Dona Dada trabalhava em cerâmica nesta cidade de onde buscava o sustento da família.
Foto álbum pessoal
Jacilene Martins Medeiros: comprometimento com os estudos.
  
O ato solene também foi presenciado pelos familiares da mais nova engenheira. Alegria e emoção. Esses são os sentimentos de Jacilene ao concluir a graduação e disposta a continuar os estudos. Ao ouvir o chamado para exercer o direito à outorga de grau, a janaubense se encaminhou para receber o certificado de conclusão de curso em universidade e levou consigo o ensinamento e o carinho que recebeu ao longo da vida do pai Manoel José Medeiros Sobrinho.
Fotos Roberto Allan
Jacilene Martins Medeiros, primeira Engenheira Física formada pela UFVJM.

Conhecido como “seu” Necão, Manoel José trabalhava em oficina de carro velho e não pode compartilhar presencialmente desse momento de glória da filha. Ele faleceu há pouco tempo, mas acompanhou e incentivou Jacilene no caminho do conhecimento. A formatura foi um presente de gratidão que Jacilene concedeu ao seu pai “Necão” quatro dias antes da data comemorativa aos Pais.    
O apoio incondicional da família contribuiu muito no êxito de Jacilene na universidade. Ela ressaltou ainda a participação dos seus professores Fabrício Figueiredo e Oslain, do Ensino Médio, que a incentivaram a admirar a área de exatas, principalmente a engenharia. A família de Jacilene mora no bairro Planalto, próximo ao bairro Dente Grande , e ela frequentou o Ensino Médio na Escola Estadual Rômulo Sales de Azevedo, no bairro Santo Antônio, onde concluiu os estudos pela turma 3º ano C.
Fotos Roberto Allan
Jacilene Martins Medeiros na solenidade da sua formatura em Engenheira Física e da turma Bacharel em Ciência e Tecnologia pela UFVJM.

Antes de ingressar na faculdade, Jacilene fez o curso técnico em produção de açúcar e álcool. Mesmo com essa qualificação profissional, a jovem entendia que tinha (e ainda possui) potencialidade para adquirir mais experiência educacional. Havia um empecilho devido a família em não ter condições para arcar com o curso superior na iniciativa privada. Desistência, não. Ela soube esperar o momento certo. Em pouco tempo foi instalado o campus de Janaúba da UFVJM e lá estava Jacilene na primeira turma da instituição pioneira de Ensino Superior federal gratuito nesta cidade.
Ela fez parte de um grupo de 180 alunos oriundos de várias escolas de Janaúba e de outras regiões divididos em quatro turmas. A empolgação era tamanha por estudar na “federal”. Mas, também a preocupação diante de que a maioria dos calouros era oriunda de escolas públicas e teria que enfrentar uma nova realidade, a vida acadêmica. 
Jacilene afirmou que vivenciou períodos de angústia. Chorou, sim, principalmente no momento em que houve a possibilidade da universidade paralisar o curso devido a insuficiência de recurso. Entretanto, como diria na vida acadêmica, foi um “trote”. 
Fotos Roberto Allan
Após a graduação em Engenharia Física pela UFVJM, Jacilene Martins Medeiros iniciará nesta semana o Mestrado em Engenharia Elétrica na área de Fotônica.

“Com a ajuda de professores, entidades, lideranças políticas e comunitárias, lutamos com garra e conseguimos sensibilizar o governo a assegurar o recurso e, com isso, manter a faculdade em pleno funcionamento”, relatou a engenheira formada ao acrescentar que o resultado positivo dessa luta veio com a transferência no primeiro semestre deste ano da estrutura a UFVJM de Janaúba da sede provisória para o campus definitivo.
‘Agradeço a todos que me ajudaram. Minha família, professores, meus colegas, amigos, a UFVJM e à minha querida cidade de Janaúba, onde nasci e vivo”, mencionou Jacilene Martins Medeiros, primeira Engenheira Física formada em Minas Gerais.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLISÃO FATAL ENTRE ÔNIBUS E CAMINHÃO NA BR-122, EM JANAÚBA: UMA PESSOA MORRE POR TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

GOVERNADOR ANUNCIOU NESTE SÁBADO A INCLUSÃO DO NORTE DE MINAS NA “ONDA ROXA”: AÇÃO CONTRA A COVID