JANAÚBA REGISTRA 19 CASOS SUSPEITOS DE ZIKA EM GESTANTES

  • Cidade é a quarta em número de notificações em todo o Estado 
Foto Ricardo Alves
Vista parcial da cidade de Janaúba, que lidera no Norte de Minas os casos suspeitos de zika em gestantes.

MONTES CLAROS (por Carlos Castro Jr.) – Janaúba, no Norte de Minas, é a quarta cidade do Estado com maior número de casos suspeitos de zika em gestantes. Segundo dados do boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), até 5 de agosto foram 19 notificações, ficando atrás apenas de Belo Horizonte (48), Contagem (20) e Uberaba (20). São Francisco e Montes Claros estão na sexta e sétima posições, com 13 e dez casos, respectivamente.
Durante o ano, Minas registrou 927 casos prováveis (confirmados mais suspeitos) de zika, sendo 275 em gestantes. Até o momento, 27 amostras deram positivo – desse total, seis estão no Norte de Minas: dois em Montes Claros, um em Bocaiuva, um em Gameleiras, um em Januária e um em Pirapora.
A situação é preocupante, pois a zika, uma doença silenciosa – cerca de 80% das pessoas infectadas pelo vírus não desenvolvem manifestações clínicas –, pode deixar sequelas no bebê, como é o caso da microcefalia.
EDUCAÇÃO
Para combater os focos do mosquito Aedes aegypti, Janaúba aposta no poder de mobilização das crianças. De acordo com Idalice Celestina de Souza, gerente de Mobilização Social e Educação de Saúde do município, além das ações de rotina com agentes de combate às endemias que realizam vistorias constantes, são desenvolvidas palestras, gincanas e teatro com os alunos.
“Na gincana, os alunos realizam a coleta de materiais recicláveis que são doados para a Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis Unidos por Janaúba (Ascaj). Acreditamos neste poder de mobilização, já que 90% dos focos estão dentro das casas. É preciso colaboração de todos”, ressaltou Idalice.
SAIBA MAIS
Norte tem única cidade em Minas com alta taxa de dengue
Os casos de doenças relacionadas ao mosquito Aedes aegypti vêm registrando queda em relação aos meses de abril e maio – auge da epidemia no país. Entretanto, a cidade norte-mineira de São João da Lagoa é ainda a única do Estado a registrar alta incidência de dengue nas últimas quatro semanas. O município, que tem uma população estimada de 4.896 pessoas, registrou 15 casos prováveis da doença neste período.
Bocaiuva, Catuti, Claro dos Poções, Juvenília e Nova Porteirinha estão, no mesmo período, com incidência média. As demais cidades do Norte de Minas estão com incidência baixa ou silenciosa.
Em todo o Estado, o número de mortes confirmadas por dengue subiu para 122. Há ainda outras 126 sob investigação. Já são pelo menos 465.485 casos prováveis de dengue registrados. (Fonte: jornal O Norte, 09/08/2019)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLISÃO FATAL ENTRE ÔNIBUS E CAMINHÃO NA BR-122, EM JANAÚBA: UMA PESSOA MORRE POR TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

GOVERNADOR ANUNCIOU NESTE SÁBADO A INCLUSÃO DO NORTE DE MINAS NA “ONDA ROXA”: AÇÃO CONTRA A COVID