MORRE AOS 81 ANOS DE IDADE O CANTOR NESTOR MENDES RODRIGUES, O FLORESTA

  • Para o cantor “Floresta”, a pessoa deve tratar bem a família e os amigos 
  • A música sertaneja do Norte de Minas perde um dos seus compositores 
  • Nestor levou o seu dom artístico de Porteirinha para São Paulo, Brasília-DF e com apresentações em várias cidades, inclusive no Palácio do Governo de Minas Gerais
  • Corpo é velado na cidade de Nova Porteirinha e o sepultamento será amanhã, sexta-feira, dia 26, às 9h, no cemitério da Colonização II, na margem da BR-122, em Nova Porteirinha 
Foto Oliveira Júnior
Cantor e compositor Nestor Mendes Rodrigues, o Floresta.

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – O cantor e compositor Nestor Mendes Rodrigues, conhecido por Floresta, faleceu na madrugada desta quinta-feira, dia 15 de julho. De acordo com a família, o estado de saúde dele estava bem e foi dormir tranquilamente. No entanto, antes do amanhecer de hoje Nestor parou de respirar e, sendo assim, encerrou eternamente a sua missão presencial com a família e a comunidade.
Aos 81 anos de idade, o artista Nestor Mendes, o Floresta, cumpre a sua atribuição proporcionando uma importante herança cultural na região e no país. Sim, esse mineiro teve pulso para mostrar o seu gosto pela música pelos cantos do Brasil. Encarou os desafios e contribuiu pela valorização da música sertaneja, principalmente referente ao que muitos mencionam como canção caipira. Nestor nasceu no dia 8 de maio de 1938, no povoado de Mocambinho, município de Porteirinha, aqui na região da Serra Geral, no extremo norte de Minas Gerais.
Na infância, Nestor e família foram de Porteirinha para São Paulo. Entre a poeira da estrada sem pavimentação e a imaginação do que seria a vida na capital, o garoto Nestor seguiu com o propósito em expor o que já sabia. Aos 14 anos de idade, Nestor Rodrigues, o Floresta, iniciava ali o jeito de mostrar o próprio talento e ao mesmo tempo contribui no sustento da família. O sucesso fez com que ele dedicasse mais ainda ao encanto da música sertaneja.
Foto Oliveira Júnior
Momento em que o cantor e compositor Nestor Mendes Rodrigues, o Floresta, era homenageado pela rádio Onda Norte FM, na estreia do programa “Onda e Viola”. A honra ao artista foi anunciada pelo locutor Valdomiro Brito, em 14 de agosto de 2013.

Um dos ideais de Nestor era o pensamento positivo e com planejamento. “A pessoa deve se viver hoje pensando no amanhã”, declarou o cantor que também defendia o valor familiar e a amizade. “A pessoa deve tratar bem a família e os amigos”, afirmou o cantor e compositor Floresta em reportagem produzida pelo jornalista Oliveira Júnior e publicada em 23 de agosto de 2013 pelo site do jornalista Oliveira Júnior, ocasião em que ele (Nestor) teria sido homenageado pela rádio Onda Norte 103,9 FM durante o lançamento do programa “Onda e Viola”, em praça pública.
Mesmo vivendo nos grandes centros urbanos, o porteirinhense preservou o jeito interiorano e a sua paixão pela música. Nestor Mendes Rodrigues, o Floresta, ficava contente diante do posicionamento de algumas pessoas, inclusive da capital, favoravelmente sobre a música de viola, a canção sertaneja.
Nestor Rodrigues tinha o privilégio de ser respeitado por entidades artísticas e pelo reconhecimento em contribuir com a comunidade local. Nestor, o “Floresta”, se apresentou no Palácio da Liberdade, a sede do Governo de Minas, em Belo Horizonte, onde também participou do programa Globinho, na TV Globo, na capital mineira.
Com residência e familiares em Janaúba e Nova Porteirinha, às vezes o cantor Floresta era convidado para se apresentar em eventos tipicamente sertanejos. Ao lembrar-se de músicas que compôs, Nestor Rodrigues não escondia a felicidade por ter se apresentado no Centro do Mobral, em Belo Horizonte, e ainda nas tradicionais rádios mineiras: a Inconfidência e a Guarani.
Ele também mostrou o talento musical no Centro Cultural de Montes Claros, no então programa de Marina Queiroz, pela TV Bandeirantes, na época era retransmitida para o Norte de Minas pela TV Montes Claros (hoje, InterTV/Globo).
O talento do cantor que nasceu em Mocambinho/Porteirinha também foi exposto em outras regiões mineiras. Por exemplo, no Triângulo mineiro, Floresta foi um dos atrativos de programa na TV Itacolombi (extinta), em Uberaba. Ele também se apresentou em Brasília, na capital brasileira.
O corpo do cantor e compositor Nestor Mendes Rodrigues, o Floresta, é velado na residência da família, na cidade de Nova Porteirinha. O sepultamento está previsto para amanhã, sexta-feira, dia 26 de julho, às 9h, no cemitério da Colonização, na margem da BR-122, em Nova Porteirinha.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLISÃO FATAL ENTRE ÔNIBUS E CAMINHÃO NA BR-122, EM JANAÚBA: UMA PESSOA MORRE POR TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

GOVERNADOR ANUNCIOU NESTE SÁBADO A INCLUSÃO DO NORTE DE MINAS NA “ONDA ROXA”: AÇÃO CONTRA A COVID