PADRE NONATO, DA PARÓQUIA DA CIDADE DE NOVA PORTEIRINHA, MORRE AOS 57 ANOS

  • Velório será na Igreja Nossa Senhora das Graças, em Nova Porteirinha, a partir das 17h deste sábado, dia 9 de fevereiro
  • Sepultamento está previsto para este domingo, dia 10, às 17h 
Foto Diocese de Janaúba
Padre José Nonato estava em Nova Porteirinha há um ano em substituição ao Padre Paulo Vieira que foi para Varzelândia.

NOVA PORTEIRINHA (por Viviane Carvalho )– O sacerdote José Nonato dos Santos Silva faleceu na manhã deste sábado, dia 9 de fevereiro. Aos 57 anos de idade, ele não resistiu à enfermidade de um câncer intestinal. José Nonato era padre no município de Nova Porteirinha, onde se encontrava há um ano na coordenação da Paróquia de Nossa Senhora das Graças.
O padre José Nonato encontrava-se internado em Montes Claros, na Santa Casa de Misericórdia, lutando contra um câncer. O velório e as homenagens fúnebres serão na Paróquia Nossa Senhora das Graças, em Nova Porteirinha, a partir das 17h deste sábado, dia 9 de fevereiro. Durante o velório alguns padres da Diocese de Janaúba celebrarão a Santa Missa. O sepultamento será amanhã, domingo, dia 10, no final da tarde.
Filho do senhor Cecílio Fagundes Alves e dona Maria Cideliza dos Santos, José Nonato dos Santos Silva despertou cedo para a vocação religiosa. Estudou filosofia em São Paulo e fez a Teologia na diocese de Patos de Minas. Mas foi na Arquidiocese de Montes Claros que recebeu os votos sacerdotais. Foi ordenado padre em 28 de março de 1992 na Catedral Nossa Senhora Aparecida, em Montes Claros. O bispo ordenante foi dom Geraldo Majela de Castro, O.Praem, então bispo Diocesano. Escolheu como lema um versículo do evangelista João “Senhor, Tu sabes tudo, Tu sabes que eu te amo” (Jo 21,17)
Sua primeira paróquia foi Santo Antônio da Boa Vista, localizada na cidade de São João da Ponte, setor oeste da arquidiocese. Foram 14 anos dedicados à evangelização e pastoreio do povo naquele município, teve sua primeira provisão em 25/04/1993 e teve a segunda renovada em 03/02/2006 que durou até 31/02/2007. A terceira provisão foi para a paróquia de São Gonçalo em Francisco Sá, em 26/01/2009.
Um ano depois, veio sua quarta provisão, datada de 06/04/2010, o destino era a paróquia São José Carpinteiro e Maria de Nazaré, no bairro Independência em Montes Claros. Nesta comunidade ficou apenas três meses e se mudou para a diocese de Janaúba, sendo acolhido por dom José Ronaldo Ribeiro, segundo bispo diocesano.
Mais perto dos familiares e em uma jovem diocese, padre José Nonato serviu na cidade de Jaíba, precisamente na paróquia Nossa Senhora da Glória e muito ajudou o padre Valdecir Pereira de Souza. Depois, foi para a cidade de Ibiracatu e lá teve a alegria de celebrar seus 25 anos de vida presbiteral. Há pouco mais de um ano, depois que adoeceu, foi transferido para a paróquia Nossa Senhora das Graças em Nova Porteirinha, para receber os cuidados necessários, conforme era seu desejo.
De acordo com o padre Eliezer Lima da Fonseca, irmão de sacerdócio mais próximo do padre Nonato, apesar de apresentar um jeito mais reservado e calado, aos 57 anos de idade, padre Nonato tinha um gosto particular pela música, além de tocar teclado muito bem. Tinha uma devoção profunda à Santa Terezinha. Sua vocação foi permeada e despertada pelas atitudes e ações de dom Elder Câmara. E nutria um carinho especial pelo saudoso dom Geraldo Majela, bispo que o ordenou, o tornou padre. (Fonte: Assessoria de Imprensa Arquidiocese de Montes Claros)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLISÃO FATAL ENTRE ÔNIBUS E CAMINHÃO NA BR-122, EM JANAÚBA: UMA PESSOA MORRE POR TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

SISTEMA DE SAÚDE VERIFICA CASO SUSPEITO DE CORONAVÍRUS EM JANAÚBA