PREFEITO JURACY FAGUNDES ORGANIZOU O CONSÓRCIO, PAGOU DÍVIDA DE QUASE R$ 500 MIL E RECUPEROU A CREDIBILIDADE DA ENTIDADE QUE REPRESENTA AS PREFEITURAS DA REGIÃO DE JANAÚBA

  • Candidato à reeleição, presidente Juracy Fagundes reduziu de três para um aluguel de imóvel para funcionar o consórcio das prefeituras
  • Eleição será nesta segunda-feira, dia 7, às 14h, na sede do consórcio, em Janaúba
  • Em janeiro de 2017, prefeito Juracy Fagundes (Nova Porteirinha) foi eleito presidente e compôs a sua diretoria com os colegas prefeitos Zinga (Catuti), Reginaldo Silva (Jaíba), Wilton Madureira (Verdelândia) e Eujácio Rodrigues (Pai Pedro)
Foto Oliveira Júnior
Prefeito Juracy Fagundes, de Nova Porteirinha, é presidente do consórcio das prefeituras da região da Serra Geral de Minas.

NOVA PORTEIRINHA (por Oliveira Júnior) – Amanhã, segunda-feira, dia 7 de janeiro, às 14h, terá eleição no consórcio das prefeituras da região da Serra Geral de Minas, que é presidido pelo prefeito de Nova Porteirinha, Juracy Fagundes Jácome. Em dois anos de mandato na entidade, Juracy organizou e moralizou o consórcio, reduziu despesas e acabou com gastos desnecessários.
Além disso, a administração dele na entidade proporcionou a recuperação do crédito do consórcio perante os fornecedores. Assim que assumiu a presidência, Juracy Fagundes deparou com várias dificuldades. Mesmo assim não desanimou e sabia dos desafios pela frente.
Mais de R$ 450 mil em dívidas. Essa era a situação financeira do consórcio. Juntamente com os diretores e colaboradores, o presidente Juracy Fagundes implantou uma filosofia administrativa em que consiste na gestão com ações dinâmicas e positivas sem desperdício de recursos, principalmente por se considerar que a contribuição ao consórcio vem do poder público, via prefeituras associadas.
Ônibus encostados em pátio sem nenhuma condição de uso o que, por si só, causava transtornos e impedindo o transporte de pacientes dos municípios para as unidades de tratamento de saúde. Débitos com meses de atraso junto ao posto de combustível e oficina mecânica.
Aliado a isso ainda tinha o fator de se pagar aluguel para funcionamento da entidade em três locais distintos, mais de uma assessoria jurídica, técnica e administrativa. Com a atual diretoria a entidade funciona num imóvel grande, bom e valor do aluguel mais baixo do que se pagava por um dos três imóveis anteriormente alugados para o funcionamento da entidade.
Aproximadamente meio milhão de reais em dívidas. Essa foi a situação financeira herdada pelo prefeito Juracy Fagundes ao assumir o consórcio dos 16 municípios da região. Hoje, o saldo é positivo. Há sobra em torno de R$ 100 mil na conta do consórcio das prefeituras da Serra Geral de Minas, fruto da gestão de Juracy. Dois anos atrás ele recebeu a entidade que uma dívida de R$ 459.888,74.
Somente com o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) eram mais de R$ 200 mil, quase o mesmo valor com fornecedores e ainda dívidas trabalhistas e IPVA atrasado. Com força de vontade, a gestão de Juracy Fagundes inverteu a situação no que tange ao IPVA, pois ele conseguiu obter a isenção desse imposto nos veículos do consórcio.
Passados dois anos, o que se nota é um outro consórcio ou então um novo consórcio. A atual administração do consórcio das prefeituras da região de Janaúba pagou as dívidas trabalhistas, de outras gestões, que totalizavam R$ 45.964,08. Também foram pagos R$ 969,46 de IPVA atrasado. A diretoria do consórcio da Serra Geral, presidida pelo atual prefeito de Nova Porteirinha, quitou a dívida de R$ 188.752,06 com fornecedores e R$ 224.203,14 com a previdência social (INSS).
Candidato à reeleição na presidência do consórcio, o presidente Juracy Fagundes tem conseguido vários benefícios para os municípios da Serra Geral de Minas. Eleito dois anos atrás para representar os 16 municípios, Juracy Fagundes preside o consórcio e escolheu, naquela ocasião, quatro colegas prefeitos para compor as diretorias da entidade, sendo José Barbosa, o Zinga (de Catuti) diretor administrativo; Wilton Leite Madureira (de Verdelândia) diretor financeiro; Reginaldo Silva (de Jaíba) diretor de planejamento e Eujácio Rodrigues (de Pai Pedro) diretor secretário.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLISÃO FATAL ENTRE ÔNIBUS E CAMINHÃO NA BR-122, EM JANAÚBA: UMA PESSOA MORRE POR TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

GOVERNADOR ANUNCIOU NESTE SÁBADO A INCLUSÃO DO NORTE DE MINAS NA “ONDA ROXA”: AÇÃO CONTRA A COVID