MAIS UM AMIGO E CIDADÃO JANAUBENSE PARTIU ETERNAMENTE: O ADEUS AO CONTADOR FRANCISCO EDSON, O CHICÃO DO AUTOMÓVEL CLUBE

Ele faleceu na quarta-feira, 10 de outubro

Irmão da professora Maria Orlinda, Secretária de Educação de Nova Porteirinha
Fotos álbum de família
Francisco Edson Alves de Brito, o Chicão.

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – Nessa quarta-feira, dia 10 de outubro, faleceu o contador Francisco Edson Alves de Brito, o Chicão. Responsável por muitos anos pela contabilidade de empresas e contribuintes de Janaúba, Chicão era carismático na cidade, onde foi diretor-presidente do Automóvel Clube.
Nossos sentimentos aos familiares de Chicão, esposo de Maria das Graça Dantas de Freitas Brito e pai de Márisson e também à Maria Orlinda, Elizarda, Vanessy, João Carote e José Júnior, irmãos de Chicão. E ainda Erly (in memorian) e Cleusa, já falecida. Todos filhos de dona Tezinha.
Sinceramente, demorei para assimilar a partida eterna do Chicão. Em primeiro momento imaginei que fosse um segundo alarme falso. Isso porque dias atrás, algo em torno de dois meses, havia sido informado que o eterno contador não mais respirava. A informação não procedeu. Entretanto, nesta semana o nosso estimado amigo Chicão encerrou a sua missão aqui entre nós.
Francisco Edson Alves de Brito, o Chicão, e a esposa Graça em ambiente familiar.

Entre os vários números inseridos na contabilidade de uma empresa ou de um cliente, Francisco Edson encontrava tempo suficiente para um bom bate papo entre os familiares e amigos. Era de admirar a disponibilidade que ele carregava consigo tanto no campo profissional quanto no convívio comunitário.
Quando encontrava com Chicão – assim o chamava com a variação para o Francisco Edson – absorvia a motivação para o exercício da profissão. Uma pessoa de extrema alegria e capacidade. Atendeu o chamamento dos amigos e emprestou a sua contribuição na direção do Automóvel Clube, onde cumpriu o mandato de presidente com a concretização do plano de ação proposto pela sua diretoria.
Francisco Edson Alves de Brito, o Chicão.

Juntamente com a professora Graça conduziu de maneira exemplar a família. Foram 41 anos de convivência mútua.  Pai e avô atencioso. Chicão foi um filho dedicado e um estimado conselheiro dos irmãos. Sabia muito bem unificar o conhecimento e a liderança, características da própria família na qual consistiu-se bons profissionais na área educacional, ou seja, preparados para transmitem a experiência.
Bom, ao amigo e eterno leitor Francisco Edson Alves de Brito, ou simplesmente, Chicão, a minha gratidão e respeito. Infelizmente, a contabilidade da vida desse competente contador foi fechada. Valeu, Chicão!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POSSÍVEL IMAGEM DE NOSSA SENHORA NA SERRA ATRAI CENTENAS DE PESSOAS TODOS OS DIAS À VERDELÂNDIA

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

SISTEMA DE SAÚDE VERIFICA CASO SUSPEITO DE CORONAVÍRUS EM JANAÚBA