DEFENSORIA PÚBLICA EM JANAÚBA PROMOVE CONFRATERNIZAÇÃO PARA ATINGIDOS POR INCÊNDIO NA CRECHE GENTE INOCENTE

Fotos Ascom/ DPMG
As crianças e familiares das vítimas tiveram momento de alegria e confraternização.


JANAÚBA – A Defensoria Pública de Minas Gerais (DPMG) promoveu na sexta-feira, dia 5 de outubro, um evento de confraternização em Janaúba, para proporcionar a interação entre as famílias das vítimas e sobreviventes do incêndio da creche Gente Inocente, e permitir que a lembrança do dia se tornasse um pouco menos dolorosa.


À frente da iniciativa estiveram a coordenadora Local em Janaúba, defensora pública Claudijane dos Santos Gomes, e os defensores públicos Gustavo Francisco Dayrell de Magalhães Santos, João Helton Barbosa e Wanderlúcio da Silva Fernandes, em atuação na comarca, e a coordenadora de Projetos, Convênios e Parcerias, Michelle Lopes Mascarenhas Glaeser. Também esteve presente no evento a assessora de Planejamento e Infraestrutura, Giza Magalhães Gaudereto.

O evento aconteceu no Serrano Esporte Clube e a primeira atividade foi uma missa celebrada em homenagem às vítimas. Após a cerimônia religiosa, foi realizada a confraternização organizada pela DPMG. As crianças puderam brincar ao ar livre e se divertir com artistas animadores e atividades de entretenimento e aventura, como tirolesa. Foram oferecidos lanches, sucos, frutas, algodão doce e picolés, doados pela comunidade local. Houve, ainda, distribuição de roupas, calçados e presentes, arrecadados pela Defensoria Pública para essa finalidade, inclusive na própria Instituição.
Defensores públicos e estagiários da DPMG que participaram do evento. 


O coordenador Regional Norte e Local em Montes Claros, Claudio Fabiano Pimenta, considerou que a mobilização promovida pela Defensoria Pública “permitiu a adesão de outras instituições e da sociedade civil a uma campanha para trazer um mínimo de alento a todas as famílias atingidas pela tragédia. E também, lançar um olhar sobre a situação dessas crianças e famílias, que ainda precisam de apoio psicológico, médico e assistência social. O evento foi bem-sucedido no seu propósito de chamar atenção para a situação das famílias atingidas e a necessidade apoio que ainda necessitam, do Estado e da sociedade, para retomarem e normalizarem suas vidas”, ressaltou.

A coordenadora Local em Janaúba, Claudijane Gomes, chamou a atenção para “as consequências variadas trazidas pela tragédia, que exigem tratamento adequado e, por vezes, único. A Defensoria Pública conviveu com situações novas em razão do incêndio e vai continuar no atendimento das famílias atingidas. A confraternização de hoje celebra a solidariedade, é marcante por traduzir o apoio de tantos que se preocupam com a situação dos atingidos. A continuidade do atendimento às famílias pela DPMG se estenderá ainda ao longo do tempo”, ressaltou.
Os defensores públicos Gustavo Dayrell e Michelle Glaeser; a analista de Comunicação da Assessoria de Comunicação da Cemig Saúde, Renata Duarte Santiago Gontijo; o vice-presidente da Cemig, Luís Humberto; a diretora de Assistência Social do Servas, Elisângela Pereira Mendes; e os defensores públicos Giza Gaudereto e Cláudio Pimenta. 


De acordo com o defensor público Gustavo Dayrell, “o evento foi muito importante para trazer leveza e alegria para pais e crianças neste dia tão difícil, passando uma mensagem de fé e superação. Não apaga o que aconteceu, mas talvez dê força para seguir em frente. Viabilizou ainda, a arrecadação de produtos alimentícios, vestuário, brinquedos e material escolar, revertidos às vítimas. Além do mais, não deixa de ser um espaço de reivindicação, já que permitiu que os próprios familiares relatassem a situação vivida por cada um deles após este um ano de tragédia”, destacou.
Para Simone Pereira, mãe do garoto Artur Felipe, a DPMG tem sido parceira permanente das famílias atingidas. “Nós fomos vitimados pelo incêndio na creche e esse evento, organizado pela Defensoria Pública e a Associação de Familiares e Vítimas da Tragédia de Janaúba (Avtjana) é mais um exemplo do grande apoio que a Defensoria vem nos dando, sempre pronta a nos receber e colaborar, seja no plano individual, de cada família atingida, ou nos projetos da Associação. É a única Instituição que está ao nosso lado, sempre buscando resolver os problemas das famílias e da Avtjana”, ressaltou.
Os defensores públicos Gustavo Dayrell, João Helton Barbosa, Giza Gaudereto, Michelle Glaeser, Claudijane Gomes e Cláudio Pimenta.
Por sua vez, Valéria Aparecida Gomes da Silva considerou o evento um “momento de alegria e consolação diante da tragédia que se abateu sobre a cidade. A Defensoria Pública tem nos apoiado constantemente, com solidariedade e preocupação com todos”, frisou.
O incêndio na Creche Municipal Educacional Infantil Gente Inocente, intencionalmente provocado por um vigia do próprio estabelecimento, em 5 de outubro de 2017, deixou 58 vítimas, das quais dez crianças e três professores morreram, além do autor do crime.
Desde a tragédia, a Defensoria Pública tem acompanhado a situação das famílias atingidas. Em novembro de 2017, a Instituição interpôs ação civil pública contra o Município de Janaúba, cobrando indenizações para familiares e vítimas do incêndio. Foram formulados, ainda, requerimentos na área da saúde.
Foram parceiros da DPMG na confraternização o Corpo de Bombeiros, Polícia Militar de Minas Gerais, Rede Norte, Risiele Decor, sorveteria Progresso, Sicoob JUS-MP, Dona Ninha Empório & Padaria, Brasnica, Cerimonial Austelia Mendes, Contexto Papelaria, Nuno Casasanta, Débora Braun Perri Cemig, que doaram cestas básicas e alimentos, Loja Maçônica Fraternidade e Justiça e MRV. (Fonte: Ascom/DPMG)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

SISTEMA DE SAÚDE VERIFICA CASO SUSPEITO DE CORONAVÍRUS EM JANAÚBA

ASSASSINATO EM JANAÚBA: VÍTIMA MORREU AO SER ATINGIDA POR GOLPE DE FACA