AGÊNCIA VAI ALTERAR A COR DO RIO VERDE GRANDE, EM JAÍBA, E CHAMA A POPULAÇÃO PARA AJUDAR A DESCOBRIR PARA ONDE A ÁGUA VAI

JAÍBA (por Oliveira Júnior*) – Um dos importantes rios do Norte de Minas terá a sua coloração modificada. Ledo engano quem imagina seja em função de poluição. A medida é de órgão responsável pelo controle desse recurso hídrico. A partir de julho o rio Verde Grande contará com água em cor que não seja natural, no município de Jaíba, na região da Serra Geral de Minas.
Apesar da nomenclatura em seu nome, esse rio Verde não é o maior na região. Contudo, a definição em grandeza esteja relacionada à sua abrangência e contribuição com o desenvolvimento socioeconômico nos municípios por onde passar, nascendo em Minas Gerais, e desaguando no rio São Francisco, no estado da Bahia.
A intervenção da Agência Nacional de Águas (ANA) na coloração do rio Verde Grande, em Jaíba, tem como finalidade detectar o direcionamento da água. Há suspeita que parte da água desse rio esteja indo para um ou mais sumidouros em trecho do recurso hídrico. Ou seja, o volume de água não segue no curso do rio em função de possíveis canais subterrâneos que fazem com que água saia do leito do rio.
Esse fato tem sido registrado há muito tempo, principalmente no trecho entre os municípios de Verdelândia e Jaíba. De acordo com a ANA, a medida a ser adotada na próxima semana tem como objetivo conter essa “perda” de água que poderia estar afetando a agricultura irrigada e a economia na região de Jaíba.
Para descobrir o que de fato vem ocorrendo com a água do rio Verde de Grande, a Agência Nacional de Águas fará o mapeamento e a quantificação do curso desse rio. O trabalho de investigação contará com o traçador, que é uma substância não tóxica e não causa dano ao rio e à população (o local de captação de água para a estação de tratamento que abastece a cidade não será abrangido pela investigação), a ser lançado na água no rio, no município de Jaíba. A equipe técnica da ANA ressalta que essa substância poderá modificar a cor da água para o verde fluorescente, fazendo jus ao nome do referido rio.
De acordo com a ANA, o uso dessa substância acompanhará o fluxo da água no subsolo o que poderá ajudar na investigação pelos pesquisadores da agência. Seguindo o seu fluxo natural, essa água (com o traçador) poderá surgir em outros locais, como poços e outros rios, mas a população poderá ficar tranquila porque o material não é tóxico.
A alteração proposital na coloração da água no rio Verde Grande, em Jaíba, está prevista para a próxima semana, mais precisamente entre segunda-feira, dia 2 de julho, e sexta-feira, dia 6. Na próxima segunda-feira, dia 2, a ANA fará audiência pública na Câmara Municipal de Jaíba a partir das 8h. A audiência será aberta à participação de todos. Na ocasião, serão explicados à população os procedimentos da manobra, previamente à sua realização, e será realizado pedido de auxílio aos moradores na identificação dos pontos de afloramentos da água. (*com informações da Ascom da ANA)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

SISTEMA DE SAÚDE VERIFICA CASO SUSPEITO DE CORONAVÍRUS EM JANAÚBA

ASSASSINATO EM JANAÚBA: VÍTIMA MORREU AO SER ATINGIDA POR GOLPE DE FACA