DIRETOR GERAL DO HOSPITAL REGIONAL DE JANAÚBA PEDE DEMISSÃO DO CARGO

Ele cumprirá aviso prévio até o dia 15 de junho


Diretora Técnica cumpre aviso e deixará o cargo no final deste mês

Foto Oliveira Júnior
Bruno Ataíde Santos, diretor geral do Hospital Regional de Janaúba: demissionário.

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – Dois anos e quatro meses após a sua nomeação ao cargo de diretor geral, o advogado Bruno Ataíde Santos pediu demissão da função que exerce no Hospital Regional de Janaúba. A decisão foi oficializada nesta segunda-feira, dia 14 de maio, apesar de que desde a semana passada havia rumores da saída dele.
Bruno Ataíde irá cumprir o aviso prévio, ou seja, ficará na direção até o dia 15 de junho. Até lá, na condição de demissionário, o diretor geral providenciará a transferência do comando do mais importante hospital da região da Serra Geral de Minas. Ainda não foi decidido sobre a substituição do advogado, principalmente pelo fato de que a diretoria corre risco de ser alterada por quase completo.
Além do diretor geral Bruno Ataíde, a diretora clínica Christina Beatriz Veloso também pediu demissão e se encontra em cumprimento de aviso prévio desde o dia 1º de maio. Também não há definição quanto à substituição da médica ora demissionária.
Foto Oliveira Júnior
Aprovado pelo Conselho Curador, Bruno Ataíde administra o Hospital Regional de Janaúba desde janeiro de 2016.

O diretor Bruno Ataíde não esclareceu o motivo da sua saída. Mas, diante das evidências das dificuldades enfrentadas em mais de dois anos na direção é possível entender que a saída dele esteja relacionada a falta de comprometimento por parte do poder público, considerando que o Hospital Regional é mantido pela Fundação Hospitalar de Janaúba, ligada à prefeitura.
Nesse período de 28 meses coordenando técnico e administrativamente a unidade hospitalar, Bruno Ataíde deparou com inúmeras situações de alto grau de dificuldades, caso da falta de recurso financeiro para liquidar déficit anteriores. Ele assumiu a direção geral em meados de janeiro de 2016 e ao finalizar aquele ano contabilizou mais de 48 mil atendimentos no pronto-socorro, sendo que mais de 33% (em torno de 18 mil atendimentos) dos atendimentos foram de atenção básica e que deveriam ter sido em postos de saúde. Isso faz com que os problemas do hospital aumentem mais ainda.
No primeiro ano da sua gestão, Bruno Ataíde e demais dirigentes conseguiram manter com regularidade a folha de pagamento dos funcionários, inclusive até antecipando a quitação salarial dos colaboradores do Hospital Regional para o primeiro dia de cada. Contudo, desde meados do ano passado essa intenção da diretoria teve que ser abortada algumas vezes devido a falta de regularidade do repasse de recurso por parte da municipalidade.
Mesmo com as dificuldades, a diretoria e funcionários do Hospital Regional têm contribuído para a melhoria no atendimento e na prestação de serviço. Através de parcerias com os segmentos sociais e prefeituras da região, a diretoria do Hospital Regional de Janaúba tem solucionado alguns problemas, caso da conta de água com a obtenção, via Prefeitura de Nova Porteirinha, de um motor e painel para o sistema de bombeamento de água de poço artesiano que será direcionada à estação de tratamento de água a ser implantada no hospital e isso possibilitará a redução no custo e até zerar o custo com água.
Nos últimos meses, o diretor geral Bruno Ataíde acumulava ainda a função de colaborar administrativo na Fundajan, a pedido do Ministério Público diante do afastamento e renúncia de dirigentes da Fundajan.
A diretora administrativa do Hospital Regional, Lílian Celly Gonçalves Tolentino, permanece na função na qual foi empossada em janeiro de 2017. Quem também continua na direção do Regional é Helton Ricardo Tolentino Mendes, diretor assistencial. O Conselho Curador da Fundação Hospitalar de Janaúba está literalmente inoperante, considerando que mais de 25% da sua composição já não mais faz parte e não há registro de que as vagas tenham sido ocupadas. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

SISTEMA DE SAÚDE VERIFICA CASO SUSPEITO DE CORONAVÍRUS EM JANAÚBA

ASSASSINATO EM JANAÚBA: VÍTIMA MORREU AO SER ATINGIDA POR GOLPE DE FACA