EPAMIG E EMATER ORIENTAM SOBRE A PRODUÇÃO DE ARROZ NA REGIÃO DA SERRA GERAL DE MINAS


Foto Kellson Tolentino
O pesquisador Plínio César Soares com estudantes e produtores em experimento de arroz na Epamig, em Nova Porteirinha.
NOVA PORTEIRINHA (por Oliveira Júnior) – Todos os dias, no almoço e, às vezes, no jantar, os moradores da região da Serra Geral de Minas, assim como das demais regiões de Minas Gerais e de outros estados brasileiros, têm acesso ao prato de comida no qual o arroz é um componente certo. Esse alimento tem importância na saúde do brasileiro e é fundamental nas pesquisas dos órgãos relacionados com a agricultura.
Foto Kellson Tolentino
Prefeito de Nova Porteirinha, pesquisadores da Epamig e da Emater e produtores no Dia de Campo de Arroz, em Nova Porteirinha.
Com base nesse princípio, foi realizado ontem, terça-feira, dia 10 de abril, um dia de campo na cidade de Nova Porteirinha, mais precisamente na fazenda experimental do Gorutuba na Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), na cidade de Nova Porteirinha. Em destaque os sistemas de produção de arroz.
Aproximadamente 50 produtores rurais, técnicos e estudantes participaram do Dia de Campo Cultura do Arroz que a Epamig realizou em parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG) e que teve o apoio da Prefeitura de Nova Porteirinha.
Durante o dia de campo, o prefeito de Nova Porteirinha, Juracy Fagundes, enalteceu o trabalho da Epamig e da Emater quanto à assistência técnica aos produtores e ao mesmo tempo apresentando lhes condições para um melhor aproveitamento na produção de arroz. 
Foto Kellson Tolentino
Cultivo de arroz em área experimental na Epamig, município de Nova Porteirinha, no Norte de Minas.
“O investimento nas pesquisas possibilita uma melhor produtividade garantindo a oferta de alimento e também assegurando a rentabilidade aos produtores. Diante disso, na nossa administração frente à Prefeitura de Nova Porteirinha ampliamos a parceria com essas duas importantes empresas de pesquisas e assistência aos agricultores”, explicou o prefeito Juracy Fagundes, que é produtor rural e técnico agrícola.
O pesquisador Plínio César Soares, da Epamig, explanou sobre os sistemas de produção de arroz, enquanto que o técnico agrícola Renato Soares de Faria falou sobre os custos de produção das culturas. Por fim, os participantes do dia de campo acompanharam o experimento de arroz conduzido pelo técnico Renato Soares. (Fonte: Epamig)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POSSÍVEL IMAGEM DE NOSSA SENHORA NA SERRA ATRAI CENTENAS DE PESSOAS TODOS OS DIAS À VERDELÂNDIA

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

SISTEMA DE SAÚDE VERIFICA CASO SUSPEITO DE CORONAVÍRUS EM JANAÚBA