ATENDENDO PEDIDO DE ASSOCIAÇÃO, SINDICATO RURAL DE JANAÚBA COMPRA E FAZ DOAÇÃO DE EQUIPAMENTOS PARA RETORNAR O FORNECIMENTO DE ÁGUA DE QUALIDADE PARA OS MORADORES DO QUEM QUEM

Foto Oliveira Júnior
Sistema de dessalinização de água com equipamentos novos no distrito de Quem Quem, hoje, dia 28 de fevereiro de 2018.
Foto Oliveira Júnior
Essa é uma das três membranas novas compradas pelo Sindicato Rural de Janaúba e doadas para que os moradores do Quem Quem voltam a ter água de qualidade.


JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – A partir desta quarta-feira, dia 28 de fevereiro, os moradores do distrito do Quem Quem voltam a receber água potável de qualidade aceitável para o consumo. Isso porque o Sindicato dos Produtores Rurais de Janaúba fez a doação de equipamentos necessários para que o sistema de tratamento de água voltasse a funcionar após mais de cinco meses desativado. Nesse período a comunidade tem encontrado dificuldade de acesso à água para beber.
Foto Oliveira Júnior
No centro e na cor prateada as três membranas doadas pelo Sindicato Rural de Janaúba e compõem o novo sistema de dessalinização de água no distrito de Quem Quem.
Em 15 de janeiro deste ano a Associação Comunitária e Rural dos Pequenos Produtores e Assentados do Quem Quem solicitou a ajuda do Sindicato Rural de Janaúba na busca de soluções, uma vez que a associação tem em torno de 1.500 pessoas que estão necessitando urgentemente de água doce potável devido a água do distrito ser calcária.
Foto Oliveira Júnior
As três membranas retiradas do sistema e que tiveram desgastes em menos de dois anos de uso por falta de manutenção, segundo análise técnica. A manutenção do sistema deveria ser atribuição da prefeitura.
Ao receber essa demanda da associação presidida por Agildo Aparecido Alves de Souza, o Gil do Quem Quem, o presidente do Sindicato Rural de Janaúba, José Aparecido Mendes, tomou as providências no sentido de sanar o problema e ao mesmo tempo proporcionar o fornecimento de água de qualidade para as famílias dos produtores e trabalhadores rurais desse distrito distante em torno de 40 quilômetros da cidade de Janaúba.
Foto Oliveira Júnior
Local onde é bombeada a água para o dessalinizador que trata a água a ser levada ao chafariz onde fica disponível para a população.
A diretoria do Sindicato Rural de Janaúba se empenhou junto aos órgãos ligados à área de saneamento e assistência social. José Aparecido mobilizou dirigentes da Copasa, Denocs e Idene com a finalidade em equacionar o problema do sistema de dessalinização da água no Quem Quem. O pedido da associação do Quem Quem era pela aquisição de membranas e filtro para o tratamento da água captada de poço artesiano.
Foto Oliveira Júnior
A água oriunda do poço artesiano passa nesse sistema que retira os sais e depois é encaminhada para o chafariz de onde os moradores recolhem para beber.
O Sindicato Rural de Janaúba comprou 03 membranas para osmose reversa, 03 vasos para osmose reversa e 2 filtros de polipropileno com carcaça e repassou esses equipamentos para a Associação Comunitária e Rural dos Pequenos Produtores e Assentados do Quem Quem que instalou os referidos equipamentos novos no último final de semana. Devido ao motor que estava no sistema de dessalinização não corresponder com a capacidade devida, o sindicato rural prontificou em arrumá-lo, o que foi feito e entregue à associação na terça-feira, dia 27 deste mês.
Nesta quarta-feira, dia 28, o engenheiro elétrico Nathécio Muniz, do Idene, esteve no distrito de Quem Quem instalando os novos equipamentos a pedido do Sindicato dos Produtores Rurais de Janaúba e da Associação Comunitária e Rural do Quem Quem.
Foto Oliveira Júnior
Carcaça e alguns equipamentos velhos retirados do sistema de dessalinização do distrito de Quem Quem, município de Janaúba.
Em entrevista ao site do jornalista Oliveira Júnior, o engenheiro disse que estão instalados os dois filtros e as três membranas novos que foram doados pelo Sindicato Rural de Janaúba à associação. Ele disse ainda que não foi preciso reutilizar o motor que havia sido revisado a pedido do sindicato rural porque havia levado um motor novo e outros equipamentos cedidos pelo Idene e pelo Denocs. A associação do distrito também buscou apoio do deputado Paulo Guedes o qual se empenhou junto a esses dois órgãos governamentais.
Indagado pela reportagem deste site sobre o que pode ter levado o sistema de dessalinização ficar inoperante, o engenheiro disse que foi notado a possibilidade de falta de manutenção dos equipamentos. As três membranas retiradas estariam em uso por menos de dois anos. Na concepção de Nathécio Muniz, o ideal é que esse sistema de tratamento de água de tecnologia israelense tenha manutenção pelo menos a cada seis meses. O custo dessa manutenção semestral deve ficar em algo em torno de R$ 800,00.
Foto Oliveira Júnior
Local onde é feita a retirada de sais da água e em seguida disponibilizada para o consumo dos moradores do Quem Quem.
Com a instalação dos equipamentos doados pelo Sindicato Rural de Janaúba, a capacidade de tratamento e disponibilidade de água de qualidade triplicou. Antes a vazão era em torno de 300 litros por hora. Com as membranas e os filtros novos a vazão passa para 900 a um mil litros de água tratada por hora.
SISTEMA DESATIVADO EM OUTRAS COMUNIDADES
Esse sistema de dessalinização de água está presente em pelo menos 56 comunidades rurais do Norte de Minas. Em Janaúba, por exemplo, tem esse sistema de tecnologia do Israel instalado em pelo menos quatro comunidades, segundo relatou o engenheiro do Idene. Contudo, somente o distrito de Quem Quem está em funcionamento.
Moradores do Quem Quem informaram que há mais de cinco anos estão desativados o sistema de dessalinização de água nas comunidades de Caraíbas, Poção Velho e Maromba.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLISÃO FATAL ENTRE ÔNIBUS E CAMINHÃO NA BR-122, EM JANAÚBA: UMA PESSOA MORRE POR TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

GOVERNADOR ANUNCIOU NESTE SÁBADO A INCLUSÃO DO NORTE DE MINAS NA “ONDA ROXA”: AÇÃO CONTRA A COVID