ALONSO REIS, EX-PREFEITO DE PORTEIRINHA, É NOMEADO SECRETÁRIO ESTADUAL ADJUNTO DE DESENVOLVIMENTO E INTEGRAÇÃO DO NORTE E NORDESTE DE MINAS GERAIS

Foto álbum pessoal
Alonso Reis da Silva, no secretário adjunto da Sedinor.
PORTEIRINHA (por Oliveira Júnior) – O jornalista e ex-prefeito de Porteirinha, Alonso Reis da Silva (PT), será o novo secretário-adjunto da Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Sedinor) em substituição a Jean Alves Coelho, que, segundo o governo, solicitou a própria exoneração do cargo.
O ato de nomeação de Alonso Reis foi assinado pelo governado Fernando Pimentel e publicado na edição desta sexta-feira, dia 12 de janeiro, no “Minas Gerais”, o Diário Oficial do Estado. A ala do PT volta a comandar a secretaria-adjunta, até então sob o domínio do PMDB.
Ex-funcionário do Banco do Nordeste (BNB), Alonso Reis atuou na gestão de Pimentel junto à Copanor, subsidiária da Copasa. No início do atual governo a Sedinor foi comandada pelo deputado estadual Paulo Guedes (PT), que tempo depois retornou para a assembleia. A titularidade na secretaria ficou vaga por um certo tempo, sendo que Gustavo Xavier, da base de Guedes, teria sido nomeado secretário-adjunto da Sedinor.
Foto Oliveira Júnior
Jean Alves Coelho, foi secretário adjunto da Sedinor desde abril de 2017.
Em abril de 2017, o governador alterou a assessoria nessa secretaria. Nomeou Epaminondas Pires de Miranda, o Nondas, ex-prefeito de Serro-MG, para a função de secretário da Sedinor. Nondas teve o aval do deputado federal Gabriel Guimarães (PT) e do deputado estadual Tadeu Martins Leite, o Tadeuzinho PMDB). Nessa ocasião, Jean Alves assumiu o lugar de Gustavo que, por sua vez, foi remanejado para a chefia do Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas (Idene) em substituição a Ricardo Campos, ligado ao deputado Paulo Guedes.
Com a decisão preliminar do deputado Paulo Guedes na eleição deste ano uma vaga na Câmara Federal, inclusive firmando uma dobradinha com o ex-deputado federal Virgílio Guimarães (PT), que deverá ser candidato a deputado estadual, há possibilidade de Virgílio assumir a Sedinor até o final de março. Virgílio Guimarães é padrinho político de Guedes e padrasto do deputado federal Gabriel Guimarães PT), que, nesse caso, não disputaria a reeleição.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLISÃO FATAL ENTRE ÔNIBUS E CAMINHÃO NA BR-122, EM JANAÚBA: UMA PESSOA MORRE POR TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

SISTEMA DE SAÚDE VERIFICA CASO SUSPEITO DE CORONAVÍRUS EM JANAÚBA