MORRE A EDUCADORA JÉSSICA MORGANA, 13ª MORTE DO TRÁGICO INCÊNDIO NA CRECHE GENTE INOCENTE

TRÊS EDUCADORAS E 9 CRIANÇAS PERDERAM A VIDA NESSE INCÊNDIO CAUSADO, SEGUNDO O PROCESSO, PELO VIGIA QUE TAMBÉM MORREU

JÉSSICA MORGANA TAMBÉM FOI AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE
Foto álbum pessoal
Jéssica Morgana era pedagoga e exercia a função de educadora na creche Gente Inocente desde 1º de junho de 2016.
JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – A 25 dias do seu 24º aniversário, a educadora Jéssica Morgana Silva Santos não resistiu e faleceu ás 14h46 desta segunda-feira, dia 4 de dezembro, na Santa Casa de Montes Claros, onde ficou internada por dois meses após ter sido uma das vítimas do trágico incêndio na creche municipal Gente Inocente, fato ocorrido na manhã do dia 5 de outubro no bairro Rio Novo, em Janaúba.
A Assessoria de Imprensa da Santa Casa informou que o óbito da educadora Jéssica Morgana foi às 14h46 de hoje. Com isso, sobe para 13 o número de vítimas que morreram em conseqüência do incêndio que causou queimaduras e intoxicação em outras pessoas, a maioria crianças. Das 13 mortes, 9 eram crianças que estudavam na creche e quatro funcionários da mesma unidade educacional. (saiba AQUI ) e (AQUI )
Jéssica Morgana faria aniversário no dia 29 deste mês e nos últimos dois meses ela ficou internada na Santa Casa. Durante o mês de novembro foi perceptível uma melhora em seu estado clínico. Entretanto, nessa semana teve uma piora e, na tarde desta segunda-feira, não resistiu e faleceu. Com formação acadêmica em Pedagogia, Jéssica Morgana exercia a função de auxiliar de classe na creche municipal Gente Inocente. Por esse serviço, ela recebia da Prefeitura de Janaúba o salário de R$ 937,00, correspondente ao salário mínimo. Ela teria tomado posse nesse cargo no dia 20 de maio de 2016 após ser aprovada em concurso público.
Antes de assumir a atividade de auxiliar de classe, Jéssica Morgana também atuou na área de Saúde em Janaúba. Ela exerceu a função de Agente Comunitário de Saúde a partir de 24 de fevereiro de 2014.
Além de Jéssica Morgana, outras duas educadoras perderam a vida em conseqüência do incêndio na creche: a professora Heley de Abreu Batista, 43 anos, que faleceu no dia da fatalidade, e a auxiliar de classe Geny Oliveira Lopes Martins, 63 anos, que faleceu no dia 6 de novembro, um mês após a tragédia (confira AQUI ). O vigia Damião Soares dos Santos, 50 anos, funcionário da creche, também morreu (no dia da tragédia) no incêndio e nos autos do processo consta que ele foi quem provocou o fato ( TRAGÉDIA CHOCA JANAÚBA).
As 9 crianças que faleceram foram: Juan Pablo Cruz dos Santos, Luiz Davi Carlos Rodrigues, Ruan Miguel Soares Silva, Ana Clara Ferreira Silva,  Renan Nicolas dos Santos Silva, Cecília Davina Gonçalves Dias, Yasmin Medeiros Sabino, Talita Vitória Bispo, todos com 4 anos, e Mateus Felipe Rocha Santos, que tinha 5 anos.
AINDA TEM 5 VÍTIMAS EM HOSPITAIS
De acordo com informações da Assessoria de Imprensa da Santa Casa de Montes Claros, duas crianças vítimas do incêndio na creche ainda continuam hospitalizadas. Boletim médico expedido na tarde desta segunda-feira, dia 4 de dezembro, informava que o estado clínico dos meninos Thiago Felipe Medeiros, 4 anos, e Ruan Emanuel, 5 anos, era estável. Mais três vítimas (uma mulher e duas crianças) estão no Hospital João XXIII, em Belo Horizonte.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POSSÍVEL IMAGEM DE NOSSA SENHORA NA SERRA ATRAI CENTENAS DE PESSOAS TODOS OS DIAS À VERDELÂNDIA

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

SISTEMA DE SAÚDE VERIFICA CASO SUSPEITO DE CORONAVÍRUS EM JANAÚBA