NOVA CRECHE QUE VAI SUBSTITUIR A INCENDIADA EM JANAÚBA TERÁ CAPACIDADE REDUZIDA DE 75 PARA 40 ALUNOS E SERÁ NO MESMO LOCAL

JANAÚBA (por Luiz Ribeiro) – O Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) Gente Inocente, de Janaúba, Norte de Minas, onde no último dia 5 ocorreu o incêndio criminoso que matou nove crianças, a professora Heley de Abreu Silva Batista, de 43 anos, e o autor da tragédia, o vigia Damião Soares dos Santos, de 50, dará lugar a uma nova unidade com quatro salas de aula, entre outros espaços adequados ao atendimento de crianças de até 6 anos. O novo prédio, com previsão de abertura no início do ano letivo de 2018, atenderá às normas de segurança e prevenção a incêndio, ao contrário da antiga construção, que não tinha alvará nem equipamento de proteção e combate ao fogo. Porém, o número de vagas será reduzido de 75 para 40, para se adequar às normas de segurança.
Conforme antecipou o Estado de Minas no segundo dia depois da tragédia, a proposta de demolir a creche incendiada para edificar novo prédio foi apresentada ao prefeito de Janaúba, Carlos Isaildon Mendes (PSDB), por empresários do setor de construção de civil de Montes Claros, cidade polo do Norte de Minas. O grupo se propôs doar o projeto e a financiar a construção. Na tarde da última sexta-feira, em reunião na sala do Ministério Público no fórum da cidade, o prefeito recebeu dos financiadores o projeto oficial do novo Cemei.
O encontro teve ainda a participação do promotor Jorge Victor Barreto, da Comarca de Janaúba, da secretária municipal de Educação, Luzia Angélica, e do padre Fernando Soares, representante da Arquidiocese de Montes Claros, também envolvida na iniciativa. Na ocasião, foi apresentada a maquete eletrônica, com o detalhamento em animação por computador de como será a nova unidade, que será batizada de “Centro Municipal de Educação Infantil Heley de Abreu”, em homenagem à professora que morreu queimada depois de salvar várias crianças.
“Vamos prestar homenagem à professora, que deu um grande exemplo de bravura e amor às crianças. Mas, a homenagem a ela também foi uma solicitação do grupo de empresários, que pediu anonimato e não quer aparecer de forma alguma”, afirmou o prefeito Isaildon, em entrevista ao EM. Segundo o administrador municipal, na segunda-feira começam a ser atendidos os requisitos burocráticos da obra. As obras físicas de demolição do prédio incendiado e construção do futuro Cemei serão iniciadas no dia 23.
De acordo com o projeto, o novo prédio vai ocupar toda área de 360 metros quadrados do terreno da antiga creche, no Bairro Rio Novo. Segundo Carlos Isaildon, o Cemei Heley de Abreu vai atender 100% as normativas de segurança estabelecidas pelo Ministério da Educação para as unidades de ensino infantil. Com a redução do número de vagas, de 75 para 40 crianças, praticamente todas dos bairros Rio Novo e Barbosa, o excedente será remanejado para outras unidades, em bairros vizinhos.
“O projeto do novo Cemei é maravilhoso. É uma coisa fantástica. Não tem nada igual na cidade. Temos uma grande gratidão a esses empresários”, comentou o prefeito, que recebeu dos doadores o compromisso de que o prédio ficará pronto até o primeiro dia de aulas do próximo ano letivo, em fevereiro de 2018.
Carlos Isaildon acrescentou que os financiadores não informaram o custo da obra doada à cidade. Ele destacou ainda que, pela proposta de viabilizar a edificação apenas com recursos privados, sem qualquer dinheiro público, serão importantes doações de lojas de materiais de construção, além do trabalho de execução já garantido pelos construtores. “Uma empresa vai doar a tinta. Outra loja ficará responsável pelo cimento e assim por diante”, explicou Isaildon.
O CEMEI HELEY DE ABREU
Área construída: 360 m2
Estrutura: Quatro salas de aula, berçário, fraldário, sala administrativa, cantina, banheiros adaptados para crianças, sistemas de prevenção a incêndio e de saída rápida
Valor da obra: não divulgado

Quem paga: Um grupo de empresários de Montes Claros, que pediu anonimato, com o envolvimento da Igreja Católica e acompanhamento do Ministério Publico de Minas Gerais. (Fonte: jornal Estado de Minas e portal Uai)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLISÃO FATAL ENTRE ÔNIBUS E CAMINHÃO NA BR-122, EM JANAÚBA: UMA PESSOA MORRE POR TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

GOVERNADOR ANUNCIOU NESTE SÁBADO A INCLUSÃO DO NORTE DE MINAS NA “ONDA ROXA”: AÇÃO CONTRA A COVID