PREFEITURA DE NOVA PORTEIRINHA REALIZA A CAMPANHA DE MULTIVACINAÇÃO EM CRIANÇAS, JOVENS E ADULTOS

Foto Oliveira Júnior
Secretaria de Saúde de Nova Porteirinha imuniza a população.
NOVA PORTEIRINHA (por Oliveira Júnior) – Desde a última segunda-feira, dia 11 de setembro, a Secretaria de Saúde da Prefeitura de Nova Porteirinha realiza a campanha nacional de multivacinação com a finalidade em prevenir os moradores. Com o slogan “Todo mundo unido fica mais protegido”, a campanha prosseguirá até o dia 22 deste mês, sendo que no próximo sábado, dia 16, haverá o dia D dessa multivacinação.
A secretária municipal de Saúde, Maria Aparecida Souza, orienta as famílias de Nova Porteirinha a levarem as crianças e incentivarem os adolescentes, jovens, adultos e idosos a comparecer a unidade de saúde mais próxima em qualquer dia da semana, entre 8h e 17h, para obterem mais informações e, caso for necessário, serem vacinados.
De acordo com informações da Secretaria de Saúde de Nova Porteirinha, a meta é resgatar todas as crianças e adolescentes não vacinados e, com isso, iniciar ou completar os esquemas de imunização.
SÁBADO TERÁ VACINAÇÃO NA CIDADE E ZONA RURAL
A campanha de imunização terá seqüência até o dia 22, sexta-feira da semana que vem. Mesmo assim, os técnicos da Secretaria de Saúde de Nova Porteirinha estarão de plantão no próximo sábado, dia 16, no chamado dia D da multivacinação.
Nos postos de saúde das comunidades rurais, caso da Colonização II (2), Colonização Paraguaçu, Colonização III (3) e na comunidade Furado de Oliveira a vacinação no sábado, dia 16, será das 7h às 12h, enquanto que na unidade de saúde central, na cidade de Nova Porteirinha, a multivacinação ocorrerá no período de 7h às 17h deste sábado, dia 16.
O Ministério alerta que muitas doenças que foram erradicadas no Brasil ou mesmo controladas ainda não estão eliminadas e podem representar risco para não vacinados.
MUDANÇAS
Em 2017, o Ministério da Saúde fez alterações no esquema vacinal e, por isso, orienta os pais a irem aos postos de saúde para checar a caderneta de vacinação. Houve alteração nas vacinas meningocócica C, pneumocócica 10 valente, Papiloma Vírus Humano (HPV), febre amarela e dTpa.
No caso da meningocócica C para crianças, o reforço, que era administrado aos 12 meses agora pode ser feito até os 4 anos. As primeiras duas doses continuam sendo realizadas aos 3 e 5 meses. Para os adolescentes, agora é oferecido um reforço que pode ser administrado de 12 a 13 anos de idade.
A pneumocócica 10 valente para crianças sofreu redução de três doses e passou a ser administrada em duas (2 e 4 meses), com um reforço preferencialmente aos 12 meses, mas que pode ser recebido até os 4 anos.
A febre amarela também mudou de duas para apenas uma dose para todas as faixas etárias.
Já a vacinação contra o HPV, para crianças e adolescentes, passou de três para duas doses, com intervalo de seis meses entre elas, para meninas saudáveis de 9 a 14 anos. O ministério ressalta que a proteção só acontece com o esquema completo após duas doses. Houve ainda a inclusão de meninos de 11 a 14 anos no calendário de vacinação contra o HPV.
Para as adolescentes gestantes também está disponível uma dose da vacina dTpa, a partir da vigésima semana de gestação. (Fonte: Agência Brasil e Ministério da Saúde)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POSSÍVEL IMAGEM DE NOSSA SENHORA NA SERRA ATRAI CENTENAS DE PESSOAS TODOS OS DIAS À VERDELÂNDIA

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

SISTEMA DE SAÚDE VERIFICA CASO SUSPEITO DE CORONAVÍRUS EM JANAÚBA