SINDICATO RURAL DE JANAÚBA E SENAR REALIZAM O 1º CURSO DE CRIAÇÃO DE CODORNAS DO BRASIL

JANAÚBA (por Oliveira Júnior*) – A carne e ovos de codorna estão sendo cada vez mais consumidos pelos brasileiros. Com isso, a criação da ave tem sido uma excelente opção para quem deseja aumentar a sua renda. Mas, antes de iniciar uma criação, o produtor deve ter planejamento para que o negócio não dê prejuízos.
Foto Senar
Instrução sobre a criação de codornas, iniciativa do Sindicato Rural de Janaúba e do Senar Minas.
Com o objetivo de levar conhecimentos técnicos e habilidades na criação de codornas a produtores e estudantes, o Sindicato Rural de Janaúba e o Senar Minas realizaram, neste município, em julho, o primeiro curso de Coturnicultura do país. Para José Aparecido Mendes, presidente do Sindicato Rural, a realização dessa qualificação diversifica as opções de conhecimento aos produtores e oportuniza condições para futuros empreendedores.
Marcelo David de Jesus Martins, que trabalha com frango de corte há muitos anos no município de Nova Porteirinha, pretende iniciar na atividade e, por isso, se interessou em fazer o curso. “Achei as informações repassadas pelo instrutor valiosas e as técnicas de criação de codornas muito interessantes”, disse o jovem Marcelo que vende frango graúdo em feiras de agricultura familiar e já sinaliza em pouco tempo comercializar o ovo de codorna.
Foto Oliveira Júnior
Turma pioneira, em Janaúba, do primeiro curso sobre criação de codornas, ministrado pelo Senar no Brasil.
O curso chamou atenção não apenas de jovens, mas de profissionais que atuam há décadas em criação de aves. É o caso do zootecnista José Cláudio Viana Azevedo, o Cacau, criador em Janaúba e que, inclusive, já foi secretário de Agronegócios neste município, além de ter atuado na Epamig de Nova Porteirinha e na iniciativa privada. Lindomar, que mora no bairro Boa Vista em Janaúba e freqüenta a faculdade de Ciências Biológicas, foi um dos jovens que se interessou pelo curso sobretudo para avaliar a potencialidade dessa ave. Lindomar disse que foi incentivado por Sérgio Azevedo, o Vermelho, mobilizador social do Sindicato Rural de Janaúba na parceria com o Senar Minas.
Daiane Batista Silva é zootecnista e está iniciando uma criação de codornas em sociedade com um amigo. São 1.200 aves para produção de ovos. Para ela, as orientações repassadas no curso foram muito importantes e necessárias, tanto na parte de teoria como na prática. “As informações são importantes, principalmente para quem está começando na atividade”, opina.
O curso foi ministrado pelo zootecnista Luiz Fernando Rocha Botelho. “Muitas pessoas pensam que, por ser ave, a codorna tem o mesmo manejo que os frangos, mas tem algumas diferenças que são fundamentais”, destacou. O instrutor explicou ainda que a criação de codornas apresenta algumas vantagens. O crescimento e a reprodução delas são rápidos. Além disso, as aves têm alta postura, rusticidade e consomem pouca ração. "Sem contar que existem poucos produtores na atividade e um mercado crescente na região". (*com Senar Minas)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLISÃO FATAL ENTRE ÔNIBUS E CAMINHÃO NA BR-122, EM JANAÚBA: UMA PESSOA MORRE POR TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

SISTEMA DE SAÚDE VERIFICA CASO SUSPEITO DE CORONAVÍRUS EM JANAÚBA