EM CRISE, HOSPITAIS DE JANAÚBA AINDA SOBREVIVEM GRAÇAS À BOA VONTADE E A DEDICAÇÃO DOS DESVALORIZADOS FUNCIONÁRIOS


  • Com o pior salário da região, profissionais dos hospitais de Janaúba ainda são “castigados” com os constantes atrasos de pagamento

  • Hospitais de Jaíba e de Porteirinha pagam melhor em relação ao Regional de Janaúba

  • Técnico do posto de saúde de Janaúba ganha mais do que o colega do hospital

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – Em setembro do ano passado foi publicado aqui no site do jornalista Oliveira Júnior sobre a possibilidade do hospital da Fundajan paralisar as suas atividades diante da falta de recursos. Alguns, digamos a minoria, nos questionaram dizendo que a informação era falsa. O “caso” foi literalmente abafado devido ao procedimento eleitoral. Contudo, de lá para cá a situação piorou e a diretoria da Fundajan prevê que o hospital tenha apenas mais um mês “de vida”. E agora? Quem poderá salvar o Fundajan?
PAULECA PEDE E DEPUTADO COMPROMETE EM AJUDAR
Através de solicitação do vereador Paulo Roberto de Oliveira, o Pauleca, o deputado estadual João Victor Xavier veio à Janaúba e visitou a Fundajan no dia 22 de junho ocasião em que tomou conhecimento da situação. Acompanhado do seu assessor o jornalista janaubense Paulo Nunes, o deputado João Xavier se prontificou a disponibilizar R$ 100 mil para minimizar a situação caótica desse hospital.
SÉRGIO COELHO TAMBÉM MOBILIZA EM FAVOR DO SISTEMA HOSPITALAR
O vereador Sérgio Coelho também se mobilizou em favor do hospital de Janaúba e, com isso, faz gestão junto à deputada estadual Ione Pinheiro pela obtenção de recurso financeiro para a Fundajan. Esperamos que outras lideranças também se disponham por medidas que assegurem o funcionamento dos hospitais desta cidade.
REGIONAL TAMBÉM NECESSITA DE SOCORRO
O Hospital Regional, que começou a ser construído há mais de 25 anos, também precisa de socorro. O mais triste nessa história é a falta de valorização profissional, principalmente com a equipe da retaguarda, caso de enfermeiros, técnicos de enfermagem e outros profissionais indispensáveis para o funcionamento dessa unidade hospitalar. Ao invés da justa correção salarial, o quadro pessoal recebeu um indesejável “presente”: a redução dos vencimentos diante de ajuste (redução e corte) de compensação pelo risco de acidente e até contaminação. E o pior, esse pessoal recebe o mais baixo salário da categoria na região.
TÉCNICO DO POSTO DE SAÚDE GANHA MAIS DO QUE O COLEGA DO HOSPITAL
Com dedicação diária de 12h, o profissional técnico de enfermagem, por exemplo, do maior hospital da região da Serra Geral de Minas ganha R$ 937,00 (salário mínimo) e mais o adicional de insalubridade (“ajustado” de 40% para 20%) R$ 187,40 (até dois meses atrás eram R$ 374,80), totalizando R$ 1.124,40 (no primeiro semestre deste ano chegava a R$ 1.311,80).
Desmotivação geral, principalmente quando se compara com o salário de técnico de enfermagem que atuam nas unidades de saúde de Janaúba, onde tem, geralmente, jornada diária de 8h e duas folgas semanais. Ressaltando que o pagador desse profissional da unidade de saúde é o mesmo do pessoal do Regional: a Prefeitura de Janaúba. O técnico de Enfermagem da unidade de saúde da prefeitura recebe R$ 1.186,00 e alguns ainda têm direito ao adicional de insalubridade na faixa de 15% (R$ 177,80), totalizando R$ 1.363,90, inclusive para profissional admitido neste ano.
JAÍBA E PORTEIRINHA PAGAM MELHOR DO QUE JANAÚBA
Seguindo esse parâmetro comparativo, o site do jornalista Oliveira Júnior obteve a informação de que em hospital de Porteirinha a remuneração dos técnicos é melhor, algo entre R$ 1,6 mil e R$ 1,7 mil. Isso também acontece com o salário dos técnicos admitidos pela Prefeitura de Jaíba e que atuam no hospital daquela cidade. Na folha de pagamento da prefeitura de Jaíba consta que o técnico de Enfermagem tem o salário base de R$ 1.700,00 e ainda o adicional de insalubridade, inclusive para os que exerçam as atribuições no hospital daquela cidade. Lá, alguns profissionais ganham mais do dobro do mesmo profissional do Hospital Regional.
BOA VONTADE E AMOR AO SERVIÇO
O comparativo é apenas uma noção do caos no sistema hospital de Janaúba. E as atividades desses hospitais ainda se mantêm graças à boa vontade e o amor ao serviço de cada profissional que demonstra resistência diante do apoio da família e, inclusive, dos pacientes que recebem a sua assistência. Penso que é uma injustiça penalizar a equipe pessoal (profissionais de outros setores também) com a falta de perspectiva de valorização – não apenas a correção monetária – dessa categoria que exerce a prestação de serviço num local que, digamos, é onde tem que prevalecer o auto-estima, o investimento para que vidas sejam assistidas e mantidas.
“CADÊ” A MOBILIZAÇÃO EM FAVOR DOS HOSPITAIS?
Gostaria que a mobilização em favor dos hospitais tivesse a mesma (ou mais) intensidade como a que vem sendo praticada pela inclusão de Janaúba no plano de vôo (para mim isso não é prioridade, neste momento) regional; a garra pela construção da Casa do Albergado (R$ 160 mil garantidos e mais doação de materiais de construção) e o empenho pela implantação do Centro de Acautelamento de menor infrator, que já tem R$ 250 mil doados por uma instituição e que o governo do estado demonstra pouco interesse com relação à sua contrapartida. Isso sem contar que o centro do menor e a casa do albergado são de obrigações do governo e não da sociedade.
CHEGA DE PICUINHA POLÍTICA, JANAÚBA PRECISA VOLTAR A SORRIR
A intenção deste site não é de denegrir ou penalizar as diretorias dos hospitais. Muito pelo contrário, pois os dirigentes, em sua maioria, são meramente voluntários, ou seja, não recebem um centavo pela função. Eles até ajudam financeiro e logisticamente. O que é preciso é acabar com – pelo menos é o que tem sido observado – a picuinha política que, infelizmente, afeta técnica e administrativamente o sistema hospitalar. E também outros setores públicos e da iniciativa privada e institucional. Janaúba precisa ter maturidade política, chega de perseguição, inveja e injustiça. A cidade, a população precisa voltar a sorrir. Chega de tristeza. Momento de estender e manter as mãos estendidas. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLISÃO FATAL ENTRE ÔNIBUS E CAMINHÃO NA BR-122, EM JANAÚBA: UMA PESSOA MORRE POR TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

SISTEMA DE SAÚDE VERIFICA CASO SUSPEITO DE CORONAVÍRUS EM JANAÚBA