MÃE, MINHA MÃE, “CADÊ” VOCÊ?



MÃE, MINHA MÃE, “CADÊ” VOCÊ?

Não quero chorar, sei que tenho argumento para isso.
Mas, hoje, reservo esse dia especial para lhe agradecer.
O seu perfil expressa claramente o amor materno.
É o 46º ano que passo o Dia das Mães sem a sua presença.
Sei que você cumpriu fielmente a sua missão de genitora.
Conduziu-nos dentro de si, sentiu as dores para nos criar.
Amamentou-nos, carregou em seus braços e no seu coração.
O Nosso Senhor lhe chamou quando eu iria completar 3 anos.
Confesso lhe que chorava em casa e na escola no dia das Mães.
Não aceitava que os colegas tinham as suas mães, e eu não.
Mas, você nos transmitiu que o amor materno jamais se ausentará.
E que o amor de mãe pode ser concedido por quem não é mãe.
Agradeço o apoio das inúmeras pessoas que comporta dessa maneira.
Chega de choro, quero lhe abraçar Mãe, Vilda Meira Martins.
Feliz Dia das Mães!


Oliveira Júnior

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POSSÍVEL IMAGEM DE NOSSA SENHORA NA SERRA ATRAI CENTENAS DE PESSOAS TODOS OS DIAS À VERDELÂNDIA

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

SISTEMA DE SAÚDE VERIFICA CASO SUSPEITO DE CORONAVÍRUS EM JANAÚBA