CRISE NA SAÚDE: FUNCIONÁRIOS E DIREÇÃO DO HOSPITAL REGIONAL PODERÃO ACIONAR OS DEPUTADOS, DA COMISSÃO DE SAÚDE, A COBRAREM DO GOVERNO DE MINAS O DINHEIRO PARA OS HOSPITAIS DE JANAÚBA

  • Pauta de reivindicação a ser entregue à direção do hospital, esta semana, prevê a implantação do plano de cargo e salário e revisão na jornada de trabalho
  • Funcionários e diretores do Hospital Regional poderão mobilizar os deputados estaduais do Norte de Minas, principalmente Carlos Pimenta, médico e presidente da Comissão de Saúde da Assembléia Legislativa, para cobrar do governo do estado o repasse de recurso
JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – Os funcionários do Hospital Regional de Janaúba estiveram reunidos nesta semana com representantes do Sindi-Saúde, que é o sindicato representativo, ocasião em que propuseram a formalização de um documento com reivindicações, dentre elas que seja assegurado o adicional de insalubridade aos profissionais acobertados pela lei, reajuste salarial, plano de cargo e salário. Representantes da categoria entregarão esse documento à diretoria do Hospital Regional em reunião marcada para o dia 29 deste mês.
Alegando a adequação da concessão do adicional de insalubridade à lei, a diretoria do Hospital Regional anunciou a redução de 40% para 20% e até, em alguns casos, o corte desse adicional. A medida, obviamente, não agradou aos trabalhadores.
A direção do Hospital Regional informou que havia detectado um erro quanto ao adicional de insalubridade o qual teria sido concedido a partir de agosto de 2013. Os funcionários querem que seja outorgada à sua representação a realização de uma perícia sobre o grau de risco em cada setor do hospital.
O Hospital Regional de Janaúba possui 283 funcionários e tem uma folha salarial que gira em torno de R$ 400 mil mensais. A direção não soube informar sobre o impacto do adicional de insalubridade na folha salarial.
SITUAÇÃO TEM QUE SER MOSTRADA AOS DEPUTADOS E AO GOVERNO DO ESTADO
A diretoria do Hospital Regional, que é mantido pela Fundação Hospitalar de Janaúba com ligação com a Prefeitura, queixa da falta de recurso para manter a unidade hospitalar e quando o dinheiro é liberado, na maioria das vezes em parcelas, vem com atraso o que, por si só, já provoca uma descapitalização do setor que já vem funcionando em precariedade diante do descaso público.
Questionado pelo site do jornalista Oliveira Júnior quanto ao repasse de recursos, tanto a diretoria do HRJ quanto a Secretaria Municipal de Saúde informaram que por parte do governo federal está em dia. Isso também teria sido dito, dias atrás, por um deputado federal que, por sua vez, indagou o ministro da Saúde sobre a situação dos hospitais de Janaúba.
Entretanto, ainda há um descaso governamental. Tanto o parlamentar quanto a direção do HRJ e a Secretaria de Saúde deste município informaram que o governo estadual é quem estaria em descumprimento de prazo referente ao repasse de recursos para o hospital. O governo de Minas Gerais alega falta de dinheiro. Em meio a essa situação a corda arrebenta justamente para o lado mais fraco, para a unidade hospitalar e seus funcionários, fiéis e castigados colaboradores e, obviamente, para o lado do público.
Além de ter sugerido que a sobra de recurso com a adequação do adicional de insalubridade seja transformada em gratificação aos funcionários como forma de incentivo na prestação de serviço, o site do jornalista Oliveira Júnior sugere que seja formada uma comissão composta por funcionários e diretores do Hospital Regional de Janaúba e que a mesma mobilize os deputados estaduais do Norte de Minas e ainda vá à Comissão de Saúde, na Assembléia Legislativa em Belo Horizonte, apresentar a triste realidade.
E que essa Comissão de Saúde, presidida pelo médico e deputado estadual Carlos Pimenta (que é daqui do Norte de Minas) e em sua composição de seis deputados cinco são médicos e um é advogado, promova uma audiência pública específica do drama do sistema hospitalar de Janaúba – situação semelhante também é deparada no Hospital e Maternidade Sagrado Coração de Jesus, mantido pela Fundação de Assistência Social de Janaúba (Fundajan) – cobrando a maior brevidade possível do comprometimento por parte do governo de Minas Gerais em enviar o recurso devido aos dois hospitais de Janaúba que atendem pacientes de várias cidades do Norte de Minas e até do estado da Bahia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POSSÍVEL IMAGEM DE NOSSA SENHORA NA SERRA ATRAI CENTENAS DE PESSOAS TODOS OS DIAS À VERDELÂNDIA

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

SISTEMA DE SAÚDE VERIFICA CASO SUSPEITO DE CORONAVÍRUS EM JANAÚBA