CRISE HÍDRICA É PAUTA DE REUNIÃO EM BRASÍLIA; LIDERANÇAS DO NORTE DE MINAS VÃO A BUSCA DE SOLUÇÕES

BRASÍLIA-DF (por Márcia Vieira) – Dezenove dos vinte e três vereadores que compõem a Câmara Municipal de Montes Claros estiveram em Brasília esta semana, a fim de buscar soluções para os diversos problemas que assolam o Norte de Minas. A crise hídrica que afeta a região foi um dos temas discutidos, dentro da extensa agenda de atividades.
Foto Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados
Deputada federal Raquel Muniz, com base no Norte de Minas.
A deputada federal Raquel Muniz, que recebeu os vereadores em Brasília e que se destaca como defensora desta bandeira – de lutar contra a escassez de água, ressaltou que as parcerias são essenciais para se combater o problema.
“É um trabalho conjunto de todos, vereadores, deputados federais e senadores que se preocupam com o assunto”, disse a parlamentar durante reunião na capital federal com a comitiva montes-clarense e autoridades do governo.
INCLUSÃO
Atendendo pedido da deputada, a Comissão do Semiárido Nordestino passou a se chamar “Comissão do Semiárido” e incluiu na pauta, que contemplava apenas o Nordeste, a região do Norte de Minas, Jequitinhonha e Mucuri.
A mobilização tem surtido efeito. Depois de levar à Pirapora o então ministro da Integração, Gilberto Occhi, acompanhado de comitiva de parlamentares, a deputada norte-mineira convidou a superintendente da Codevasf, Kênia Marcelino, para que fosse a Montes Claros conhecer de perto as dificuldades enfrentadas pela região. Na oportunidade, Kênia Marcelino se mostrou sensibilizada com a situação.
NOVO CHICO
O projeto Novo Chico, lançado pelo presidente da República, Michel Temer, trata da revitalização do rio São Francisco e poderá ser estendido ao Norte de Minas. A preocupação de Raquel Muniz é garantir que os municípios atingidos pela seca sejam beneficiados.
“Se temos no norte do nosso estado as mesmas condições climáticas do Nordeste, é justo que sejamos beneficiados com as águas do rio São Francisco. Estamos imbuídos nesta luta para que a nossa região seja incluída”, afirmou Raquel.
Para que isso aconteça, a deputada está mantendo contatos com ministros e seus representantes. “Queremos colocar as nossas emendas no Ministério da Agricultura para que o Novo Chico seja lançado em nossa região já com a dotação orçamentária”, explicou Raquel durante evento com os vereadores, em Brasília.
DÍVIDA RURAL
Também estiveram presentes, ao encontro em Brasília, o deputado estadual Arlen Santiago, o presidente da Amams, José Reis, o representante da Codevasf, Fernando Brito, e o presidente do Sindicato Rural de Janaúba, José Aparecido Mendes, que é também presidente da Associação dos Sindicatos Rurais do Norte de Minas e do Jequitinhonha (Aspronorte). A renegociação da dívida rural foi outra demanda apresentada pelos norte-mineiros.
Para Raquel Muniz, o agronegócio é uma das molas propulsoras da economia e a agricultura familiar sua grande aliada. Ela alertou sobre a necessidade de os trabalhadores encontrarem condições necessárias para desenvolver a sua atividade.
“Tenho certeza que, com a prorrogação da renegociação da dívida rural e a revitalização do rio São Francisco, os agricultores terão emprego, renda e, acima de tudo, dignidade. Eu me senti acolhida pelo conjunto da representação que trouxe aqui todas essas pessoas, preocupadas com a nossa região”, finalizou.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

SISTEMA DE SAÚDE VERIFICA CASO SUSPEITO DE CORONAVÍRUS EM JANAÚBA

ASSASSINATO EM JANAÚBA: VÍTIMA MORREU AO SER ATINGIDA POR GOLPE DE FACA