VICE-PREFEITO CONFESSA TER MANDADO MATAR PREFEITO DE IBIRACATU, AQUI NO NORTE DE MINAS, EM ABRIL; PREFEITO ESCAPOU, MAS PERDEU A VISÃO DE UM OLHO

Vice alegou que dívida com agiotas o fez a planejar a morte do prefeito; tentativa foi noticiada com exclusividade pelo site do jornalista Oliveira Júnior, saiba (AQUI)

MONTES CLAROS – O vice-prefeito José Neto Soares Coutinho, conhecido como “Netão”, confessou ser o mandante da tentativa de assassinato do prefeito Joel Ferreira Lima, do município de Ibiracatu, na região de Varzelândia, aqui no Norte de Minas, ocorrida na noite de 18 de abril passado, conforme notícia veiculada com exclusividade pelo site do jornalista Oliveira Júnior, de Janaúba, ainda na noite do dia do crime (LEIA AQUI). O prefeito e o vice são filiados ao PT e teriam sido eleitos em 2012 com 54% dos votos válidos.
Por estar com dificuldades financeiras, inclusive devendo a agiotas, “Netão” pensou em assumir a Prefeitura de Ibiracatu, cujo orçamento de 2015 é de R$ 22,9 milhões. A alternativa encontrada foi mandar matar o seu correligionário e companheiro político, de quem seria o candidato à sucessão em 2016. Joel Ferreira perdeu a visão do olho esquerdo, atingindo por uma das balas.
Na última quarta-feira, dia 20 de maio, o prefeito Joel Ferreira esteve em Montes Claros, na reunião do Consórcio Multifinalitário da Área Mineira da Sudene, quando foi aplaudido de pé pelos seus colegas prefeitos que estavam na reunião. Desde o dia 18 de abril, quando ocorreu o crime, a Polícia Civil passou a investigar o crime, pela repercussão gerada, com foco em três direções: rixa política, falta de pagamento a fornecedor ou crime passional. A linha de investigação direcionou saber quem seria o beneficiado direto com a morte do prefeito Joel Ferreira.
A partir desse foco, passou a monitorar o vice-prefeito José Neto Soares Coutinho, além de quebrar o sigilo do seu telefone celular. Depois de muitos dados, o acusado foi chamado a depor no Ministério Público, com as presenças dos policiais. Ele acabou confessando a autoria da tentativa de homicídio, para o promotor João Paulo Fernandes, alegando que estava com dificuldades financeiras. Neto fez acordo com o Ministério Público de contar toda história. Isso o ajudou, pois impediu que fosse solicitada sua prisão preventiva. A polícia ainda não encontrou as pessoas contratadas para matar.
O prefeito foi baleado numa comunidade rural de Ibiracatu. (SAIBA AQUI)Saiba aqui como foi essa tentativa de morte contra o prefeito de Ibiracatu, Joel Ferreira Lima, 49 anos. (Fonte: jornal Gazeta Norte Mineira, edição de 25/05/2014 e site do jornalista Oliveira Júnior)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLISÃO FATAL ENTRE ÔNIBUS E CAMINHÃO NA BR-122, EM JANAÚBA: UMA PESSOA MORRE POR TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

GOVERNADOR ANUNCIOU NESTE SÁBADO A INCLUSÃO DO NORTE DE MINAS NA “ONDA ROXA”: AÇÃO CONTRA A COVID