JANAÚBA, JAÍBA E PORTEIRINHA “BRIGAM” PELO CAMPUS DO IFET


JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – A autorização será em 2014, mas desde já pelo menos três municípios da região da Serra Geral de Minas se candidatam para serem contemplados com um campus do IFET – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – uma vez que o governo federal pretende instalar 300 unidades dessa natureza até o ano que vem. Porteirinha, Janaúba e Jaíba travam um duelo para ser a sede dessa instituição que oferece gratuitamente cursos do Ensino Superior e Ensino Técnico Profissionalizante.
As lideranças de Janaúba e Jaíba têm manifestado há algum tempo o interesse pelo instituto. O município jaibense timidamente ganha força para receber a unidade, enquanto que em Janaúba há uma demonstração de comodismo após a criação do campus da Universidade Federal do Vale do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM). Esta semana iniciou a mobilização de Porteirinha pela conquista do IFET e quem está a frente disso é o ex-prefeito Alonso Reis (PT).
            “Mas para vencermos essa boa batalha, precisamos da ajuda de todos”, argumenta o petista que acrescenta, o “campus de um Instituto Federal numa cidade como a nossa (Porteirinha) é melhor do que um campus de uma universidade federal, pois os institutos federais oferecem cursos técnicos, graduação e de pós-graduação”, declarou o ex-prefeito numa alusiva “alfinetada” ao também petista e ex-prefeito de Janaúba, José Benedito Nunes Neto, que priorizou a conquista do campus da UFVJM em detrimento de uma unidade do IFET na cidade gorutubana.
REIVINDICAÇÃO VEM DESDE OS ANOS 80
Desde os anos 80 as lideranças de Janaúba projetaram a instalação de uma unidade de ensino pública federal no município e até hoje nada feito. Naquela ocasião acreditava se na implantação da Escola Agrotécnica Federal nos mesmos moldes das existentes em Salinas e Januária. Com o passar do tempo, essas escolas viraram IFET, espécie de colégio e faculdades públicas, que tem autonomia para criar e extinguir cursos, ao contrário do campus da universidade que depende de posicionamento da matriz.
Hoje o Norte de Minas conta com 7 campus de IFET comandados pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais (IFNMG) comandado por um reitor e instalado em Montes Claros. Há IFET nos municípios de Montes Claros, Januária, Salinas, Pirapora, Arinos, Almenara e Araçuaí. E tem mais dois campus do IFET em implantação dos municípios de Diamantina e Teófilo Otoni.
Justamente esses dois novos campi são que chamam atenção. Janaúba seria contemplado com o IFET, mas foi “determinada” a escolha: ou IFET ou o campus da UFVJM. A segunda opção prevaleceu e, com isso, o IFET foi para Teófilo Otoni que já tempo campus de universidade federal, a UFVJM, a mesma que tem sede em Diamantina, também contemplado com o segundo campus de Ensino Superior federal.
AGORA É A HORA DE JANAÚBA
O prefeito de Janaúba, Yuji Yamada, e o ex-prefeito e atual superintendente da Codevasf em Minas, Dimas Rodrigues, estiveram reunidos com a reitoria do IFNMG, em Montes Claros, e analisaram a implantação do IFET em Janaúba, Preliminarmente foi sugerida a doação de terreno para abrigar o campus.
Mas, para que o instituto inicie as atividades ainda este ano a proposta apresentada é o funcionamento em imóvel improvisado. No entanto, a recomendação máxima nesse encontro é de que “agora é a hora, a população de Janaúba tem que se mobilizar, usar a influência no sentido de que o campus seja liberado para a cidade situada na margem esquerda do rio Gorutuba”.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLISÃO FATAL ENTRE ÔNIBUS E CAMINHÃO NA BR-122, EM JANAÚBA: UMA PESSOA MORRE POR TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO

ACIDENTE NA MG-401, PERTO DE JANAÚBA; UMA PESSOA MORREU E OUTRA FICOU FERIDA: CAMINHÃO TOMBOU

GOVERNADOR ANUNCIOU NESTE SÁBADO A INCLUSÃO DO NORTE DE MINAS NA “ONDA ROXA”: AÇÃO CONTRA A COVID